Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O UNIVERSO PSICOLÓGICO DA POESIA

A realidade intrinsecamente hostil, portanto adversa à concepção estrutural do poeta-autor, reproduz em sua mente um pejado universo psicológico: sobejas vertentes assentadas no universo do Novo. Este território – o Poético – está assente num novo e imediato patamar axiológico: um conjunto de valores que, curiosamente, tem seus fundamentos pautados e dimensionados pela criação artística, portanto fora do estrito mundo real e suas aparentes veracidades e afirmações. O sortilégio, a farsa, a fantasia e o sonho são os elementos formadores que se aninham no ventre do poema. É desta maneira que o arauto do novo enfrenta a momentânea hostilidade. O mundo é bonito para quem tem a beleza à mão, e parece feio a quem tem a feiura nos olhos. Por vezes, é necessário recriar o mundo para que nele possamos conviver com alguns sofismas que possam conduzir à felicidade – o bem maior de convivência amistosa. Com ela e por ela, tudo parece palatável e suportável com razoável resiliência. A face resoluta da Poética é o mundo recriado.

– Do livro A VERTENTE INSENSATA, 2017.
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/6053918
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 14/07/2017
Reeditado em 14/07/2017
Código do texto: T6053918
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2740 textos (749067 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/07/17 15:49)
Joaquim Moncks