Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LATIDAS “palavras” DE MEU POODLE SAMY, APÓS A PARTIDA

LATIDAS “palavras” DE MEU POODLE SAMY, APÓS A PARTIDA
PS.: Pegue o lenço.
"Humano, vejo que está chorando porque chegou meu momento e parti. Não chore por favor, quero te explicar algumas coisas:
Você está triste porque eu estou indo embora, e eu estou feliz porque te conheci.
Quantos como eu morrem diariamente sem ter conhecido alguém especial?
Os animais às vezes passam tanto tempo sozinhos, à nossa própria sorte.
Só conhecemos o frio, a sede, o perigo, a fome. Temos que nos preocupar em como conseguiremos algo para comer e aonde passaremos a noite protegidos. Vemos muitos rostos todos os dias, que passam sem nos olhar, e às vezes é melhor que nem nos vejam, antes de se darem conta que estamos aqui e nos maltratem.
Às vezes temos a enorme sorte que, entre tantas pessoas, passe um anjo e nos recolha.
Às vezes, os anjos vêm e são organizados em grupos, às vezes há outros anjos longe e enviam muita ajuda para nós. E isso muda tudo. Se necessário nos levam à outro tipo de anjo que sabe muito, e nos dão remédios para nos curar.
Nos escolhem uma palavra que pronunciam cada vez que nos vêem. Um NOME. Eu acho que o que você diz, é que somos "especiais", deixamos de ser anônimos, para sermos um de muitos, e um de vocês.
E conhecemos o que é um lar! Você não tem ideia de como isso é importante para nós! Nós já não temos que ter medo nunca mais, não temos mais fome, ou frio, ou dor, ou perigo.
Se você pudesse calcular o quão feliz que nos faz... Para nós qualquer casa é um palácio! Nós já não nos preocupamos se vai chover, se vai passar um carro muito rápido ou se alguém vai nos ferir. E, principalmente, não estamos sozinhos, porque nenhum animal gosta de solidão, o que mais se pode pedir?
Eu sei que te entristece a minha partida, mas eu tinha que ir agora.
Quero te pedir que não se culpe por nada; te ouvi soluçar que deveria ter feito algo mais por mim.
Não diga isso, fez muito por mim! Sem você não teria conhecido nada da beleza que carrego comigo hoje.
Você deve saber que nós, animais, vivemos o presente intensamente e somos muito sábios: desfrutamos de cada pequena coisa de cada dia, e esquecemos o passado ruim rapidamente. Nossas vidas começam quando conhecemos o amor, o mesmo amor que você me deu, meu anjo sem asas e com duas pernas.
Saiba que mesmo se você encontrar um animal que está gravemente ferido, e que só lhe resta apenas um pouquinho de tempo neste mundo, você presta um enorme serviço ao acompanhá-lo em sua transição final.
Como te disse antes, nenhum de nós gostamos de estar só, menos ainda quando percebemos que é hora de partir.
Talvez para você não seja tão importante, que um de vocês esteja ao nosso lado nos acariciando e segurando a nossa pata, nos ajudando a ir em paz.
Não chores mais por favor. Eu vou feliz. Tenho na lembrança o nome que você me deu, o calor da sua casa que neste tempo se tornou minha. Eu levo o som de sua voz falando para mim, mesmo não entendendo sempre o que me dizia.
Eu carrego em meu coração cada caricia que você me deu.
Tudo o que você fez foi muito valioso para mim e eu agradeço infinitamente; não sei como dizer a você, porque eu não falo sua língua, mas certamente em meus olhos pôde ver a minha gratidão.
Eu só vou pedir dois favores: Lave o rosto e começa a sorrir.
Lembre-se: que bom que vivemos juntos estes momentos, lembre-se das palhaçadas que eu fazia para te alegrar.
Reviva, como eu todo, o bem que compartilhamos neste tempo.
E não diga que não adotará outro animal porque você tem sofrido muito com a minha partida. Sem você eu não viveria as belezas que vivi.
Por favor, não faça isso! Há muitos como eu esperando por alguém como você.
Dê-lhes o que você me deu, por favor! Eles precisam assim como eu precisei de ti.
Não guarde o amor que tens para dar, por medo de sofrer.
Siga o meu conselho, valorize o bem que compartilha com cada um de nós, reconhecendo que você é um anjo para nós, os animais, e que sem pessoas como você a nossa vida seria mais difícil do que às vezes é, mas... Já estou ai contigo
"Você foi o meu ADEUS mais difícil"
SAMY teu amigo
...Por (Orides Siqueira)
Orides Siqueira
Enviado por Orides Siqueira em 07/10/2017
Código do texto: T6135621
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orides Siqueira
Arroio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 64 anos
418 textos (6699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 18:43)
Orides Siqueira