Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia proveta

Poeta procura palavra projetada
para produzir poesia predileta...
Pepitas paradisíacas pendem,
precipitam-se, parecem

projetar-se papel. Palavra,
palpitando, pálida, procura poema
pajeando poeta, por possíveis paixões,
por procura palavras padrões.

Parado, poeta procura panaceia
pactuando pacatas proposições,
pelejando palavras para plateia.

Preocupado, pensando, poeta pega pipeta
põe palavra personificada por prosopopeia
produzindo, pois, primeira poesia proveta.
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 09/09/2017
Reeditado em 09/09/2017
Código do texto: T6109157
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
352 textos (8137 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/17 13:26)
Eligio Moura