Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOR DE AMOR

Na penumbra chora desolado
Na lacuna deste amor ausente
Em soluço gritos sufocados
Lancina  d'alma, corpo carente

De vil espectro recebe o abraço
Sofregamente nesta lamúria
Encarquilhado no atroz cansaço
Entrega-se aos laços da penúria

Lembra a vileza, tanto desprezo
Ressentimento posto, arraigado
Sórdida reprise no coração vazio
Restou apenas um sonho ileso

Um naco humilde e esperançado
Pede o regresso num calafrio

Esperança Vaz
12/09/2017.

Esperança Vaz
Enviado por Esperança Vaz em 12/09/2017
Código do texto: T6112501
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Esperança Vaz
Cocal - Piauí - Brasil
591 textos (21293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/17 05:12)
Esperança Vaz