Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BATALHA INTERIOR

Na frieza do vento que circula
Nos recantos ainda que escondidos,
Ouve-se um uivo sinistro que anula
A peleja inglória dos abatidos.

E, combalidos, nada lhes rotula,
A não ser que estão entre os esquecidos.
Nada mais se tem para o que bajula
Que lembrar daqueles imerecidos.

Este frio terrível então coagula
O veio último do sangue aquecido
Que percorre as veias em seus recantos.

Das entranhas secretas da medula
Um brado maior que o uivo é ouvido
Clamando vida em balbucios e prantos.
(EDUARDO MARQUES 17/07/17)
Eduardo Marques da Silva
Enviado por Eduardo Marques da Silva em 17/07/2017
Código do texto: T6057071
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Marques da Silva
Recife - Pernambuco - Brasil, 47 anos
94 textos (2435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 09:54)
Eduardo Marques da Silva