Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto carona do vento


Arrastei a saudade na poeira
E ela voou na carona do vento
Até rios cercados de rochas verdes
Onde meu caminhar nunca chegará.

Ela afundará até tocar além do fundo
Afundará com o sentimento esquecido
Por mim, por ti, mais por mim!
Pois, nem ao menos lembro teu rosto.

Se um dia à superfície voltar
Que não encontre meu rastro
Que simplesmente vire página de livro.

Que não toque meus pés molhados
De um corpo e sonhos na rede jogados
Sonhando tão triste, com olhos cansados.
Silva Aquino
Enviado por Silva Aquino em 12/01/2017
Código do texto: T5879489
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("Você deve citar a autoria de Silva Aquino".). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silva Aquino
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
127 textos (1045 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/17 18:11)
Silva Aquino