Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espinho na Carne

Espinho na carne

De tudo que conheço da vida, da minha triste sorte
Das dores a mim infringidas na mais tenra idade
Tentei disfarçar a amargura, achando-me um forte
Perdido em caminhos tortuosos de tosca liberdade

Sem pai, sem mãe, sem  ombro amigo ou consorte
O espinho na carne alertava para minha orfandade
De tudo que conheço da vida, da minha triste sorte
Das dores a mim infringidas na mais tenra idade


Lancinante dor causando em minha alma a morte
Andei por escuras veredas só com frágil fé e vontade
Crescendo em solidão, sem referência, qualquer norte
Quis desistir muitas vezes, fugir da obscura realidade
De tudo que conheço da vida, da minha triste sorte
JANET VITAL
Enviado por JANET VITAL em 13/03/2017
Reeditado em 31/07/2017
Código do texto: T5939402
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JANET VITAL
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil, 49 anos
214 textos (4704 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/11/17 07:21)
JANET VITAL