Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O COMEÇO DO FIM



Ao terminar esta história, deixo cair uma lágrima AO SABER QUE OS DIAS PASSAM DEPRESSA.
Não se percebe que a vida também passa. Ás vezes nem nos damos conta.
QUANDO Nos DESPERTAMOS, JÁ SE PASSARAM MUITOS ANOS DE NOSSAS VIDAS.
E O QUE FIZEMOS¿ O QUE VAMOS FAZER ¿ QUANTA correria Em busca de que¿
Tudo chega a seu tempo. Nosso pensamento VOA MUITO ALTO. A CADA INSTANTE MUDA DE LUGAR. NINgÚÉM SEGURA A TEMPESTADE QUE INVADE A NOSSA MENTE. APRENDEMOS CONTROLAR NOSOS DESEJOS, MAS A CADA DIA SOMOS INVADIDOS POR ANSIEDADES, ANGÚTIAS, AFLIÇÕES QUE MANTEMOS CONSTANTEMENTE DEENTRO DE NÓS.
MUITAS VEZES NÃO TEMOS FORÇAS PARA ALIVIAR A DOR QUE SENTIMOS.
ÀS VEZES É MELHOR CALAR DO QUE DESABAFAR. DEPENDE DE COM QUEM VOCÊ DESABAFA. MUITAS VEZES NEM ESCUTAM O QUE VOCÊ ESTAR FALANDO. SEU LAMENTO CALA AO VER A OUTRA PESSOA VIRAR AS COSTAS OU COMEÇAR OUTRO ASSUNTO.
QUANTA COISA NÃO OUVIMOS, QUANTA COISA SENTIMOS, MAS NÃO ENXERGAMOS.
VOCÊ PODE NÃO ENXERGAR, PODE NÃO OUVIR, MAS JAMAIS DEIXE DE AMAR.
Carmem Baptista
Enviado por Carmem Baptista em 07/10/2017
Código do texto: T6135850
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carmem Baptista
Mococa - São Paulo - Brasil
108 textos (875 leituras)
1 e-livros (16 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 18:45)
Carmem Baptista