Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sailor Moon Clássica 13: a batalha contra Jedyte

SAILOR MOON CLÁSSICA 13: A BATALHA CONTRA JEDYTE
Miguel Carqueija



Num dos mais importantes episódios da primeira fase do seriado original, as três guerreiras (Sailor Moon, Sailor Mercúrio e Sailor Marte) são desafiadas por Jedyte para um confronto decisivo no Aeroporto de Haneda, à meia-noite. Este fato deve-se à forte irritação da Rainha Beryl, comandante dos demônios do Reino Escuro, com a ineficiência de seu general Jedyte, que já amargou sucessivos fracassos frente a Sailor Moon e suas companheiras. Primeiro sozinha, depois com Mercúrio e agora também com Marte, Sailor Moon destruiu um a um os planos sinistros de Jedyte para sugar a energia dos seres humanos e eliminou as “youmas” (demônios ou monstros) por ele utilizadas. Beryl dá um ultimato a seu general: ou ele mata as guerreiras ou ele próprio pagará com a vida e será substituído. Esta situação deixa Jedyte extremamente raivoso e ele decide partir para o confronto direto com as suas inimigas. Jedyte, porém, cometerá um erro trágico: esquecido de que ele próprio obedece a uma mulher, insultará as três super-heroínas fazendo delas pouco caso pelo fato de serem mulheres... assim Moon, Mercúrio e Marte partem para a batalha e dela sairão engrandecidas como guerreiras...


Resenha do episódio 13 – “Garotas, unamo-nos contra Jedyte!” – do seriado de tv “Bishojo senshi Sailor Moon” ou “Pretty Guardian Sailor Moon” (A linda guardiã Sailor Moon) – Toei, Japão, 1992. Produção executiva: Iriyma Azuna. Produção e direção: Junichi Sato. Roteiro: Yoshiyuki Tomita. História original de Naoko Takeushi.
Elenco original de dublagem:
Usagi Tsukino (Serena, Sailor Moon).................Kotomo Mitsuishi
Luna....................................................................Keiko Han
Jadeite (ou Jedyte)..............................................Msayia Onosaka
Ami Mizuno (Sailor Mercúrio)..............................Aya Hisakawa
Hino Rei (Sailor Marte) .......................................Michie Tomizawa
Rainha Beryl........................................................Keiko Han

“Hoje em dia ninguém, a não ser os velhos decrépitos, diz que os homens são mais poderosos que as mulheres!”
(Sailor Marte)

“Só na época feudal se menosprezava a mulher!”
(Sailor Mercúrio)

“Nada de discriminação sexual!”
(Sailor Moon)

“Não caçoe das mulheres, Jedyte! Não somos tão fracas e nem vivemos chorando!”
(Sailor Moon)

“Sailor Moon, Sailor Mercúrio e Sailor Marte... continuem tão boas amigas e tão unidas como sempre.”
(Tuxedo Mask)

Durante o combate no aeroporto, onde os guardas foram previamente adormecidos pelo poder hipnótico de Jedyte, o Tuxedo Kamen (ou Tuxedo Mask, ou seja, o Mascarado de Fraque), misterioso e poderoso personagem que aparece quando quer e vai embora sem se explicar) interrompe tudo para desafiar Jedyte, mas é jogado ao mar e aparentemente morre; ao que parece ele apenas fingiu ter morrido para incentivas as garotas a lutar. Estas, após uma situação inicial de pânico porque Jedyte, através de ação telecinética, fez dois aviões taxiarem pela pista atrás das guerreiras, revoltadas pela aparente morte do Tuxedo Kamen conseguem armar uma estratégia que faz o feitiço se voltar contra o feiticeiro. Jedyte é derrotado de tal maneira que se teleporta de volta ao Reino Escuro para salvar a própria vida – inutilmente, porque a Rainha Beryl o executa.
Vai ficando bem claro que a amizade entre Usagi Tsukino (Sailor Moon), Ami Mizuno (Sailor Mercúrio) e Hino Rei (Sailor Marte) tende a se aprofundar e se tornar cada vez mais sólida. O combate ao mal metafísico e a defesa dos seres humanos torna-las-á cada vez mais unidas à proporção que a trama avança.

Rio de Janeiro, 13 de maio de 2017.




(imagem da abertura do seriado: as duas identidades da heroína (a colegial Usagi Tsukino e a guerreira Sailor Moon) e o misterioso Tuxedo Kamen; criação de Naoko Takeushi)
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 14/05/2017
Reeditado em 14/05/2017
Código do texto: T5998420
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
1718 textos (75712 leituras)
40 e-livros (3912 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/17 18:53)
Miguel Carqueija