Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sailor Moon Clássica 11: terror no parque

SAILOR MOON CLÁSSICA 11: TERROR NO PARQUE
Miguel Carqueija


A situação de Jedyte, maligno general do Negaverso ou Reino Escuro, está se agravando. Por um lado, pressionado pela Rainha Beryl, irritada pelos seus sucessivos fracassos; por outro lado, não consegue derrotar as guerreiras, que já são três. As armadilhas montadas por Jedyte para sugar as energias dos seres humanos foram sucessivamente desmontadas por Sailor Moon, e agora também por Sailor Mercúrio e Sailor Marte.
Mas, entre as guerreiras também existem problemas. Apesar da moderação de Ami Mizuno, a “zen” e estudiosa Sailor Mercúrio, e das admoestações da gata falante Luna, o relacionamento entre Usagi Tsukino (Sailor Moon) e Hino Rei (Sailor Marte) começa muito mal, com constantes briguinhas de garotas adolescentes, onde elas quase chegam às vias de fato. Mas elas terão de esquecer as brigas e se unir, pois combatem pelo bem e contra o mal...



Resenha do episódio 11 – “O PARQUE DE DIVERSÕES” – do seriado de tv “Bishojo senshi Sailor Moon” ou “Pretty Guardian Sailor Moon” (A linda guardiã Sailor Moon) – Toei, Japão, 1992. Produção executiva: Iriyma Azuna. Produção e direção: Junichi Sato. Roteiro: Yoshiyuki Tomita. História original de Naoko Takeushi.
Elenco original de dublagem:
Usagi Tsukino (Serena, Sailor Moon).................Kotomo Mitsuishi
Tuxedo Kamen (Darien, Mamoru Chiba)...........Toru Furuya
Luna....................................................................Keiko Han
Jadeite (ou Jedyte)..............................................Msayia Onosaka
Ami Mizuno (Sailor Mercúrio)..............................Aya Hisakawa
Hino Rei (Sailor Marte) .......................................Michie Tomizawa
Rainha Beryl........................................................Keiko Han

“É verdade que eu me sinto mais tranquila quando estamos juntas, mas também é verdade que ainda não pdemos baixar a guarda: a batalha ainda não terminou.”
(Luna)

“Não posso perdoar por se aproveitar do coração puro das crianças sonhadoras!”
(Sailor Moon para a maligna)

Não dispondo de pistas para procurar a nisteriosa princesa (parte da missão segundo Luna) todas acatam a sugestão de Ami, de investigarem fatos estranhos. E um, a inteligente Ami já identificou: um novo parque de diversões, a “Casa dos Sonhos” onde teriam ocorrido desaparecimentos de visitantes. As quatro (as três garotas e mais a gata) dirigem-se ao parque mas a investigação corre de forma desastrosa por conta dos desentendimentos entre Usagi (Serena na versão brasileira) e Rei. Fato intrigante é a presença naquele dia, de Mamoru Chiba (Darien na dublagem brasileira, nome que não tem nada a ver com o original), que esbarra constantemente com a Serena e com ela também troca farpas. Mas Hino Rei, cujas intuições são notáveis, percebe que Mamoru parece com o enigmático Tuxedo Mask (ou no original Tuxedo Kamen, o mascarado de fraque). Serena recusa-se a crer nisso.
O interessante é que, apesar das brigas constantes, com gritinhos e língua de fora (essa é a parte de leitura adolescente... pois a série Sailor Moon penetra muito no universo das meninas), Sailor Moon e Sailor Marte se unem vigorosamente na hora de enfrentar a “youma” ou maligna que controla o parque. O “fogo de Marte” de Rei chega a se unir à tiara lunar arremessada por Usagi, na hora do combate com o ser maléfico. A Jedyte resta mais uma vez a frustração diante da derrocada de mais um dos seus planos.

Rio de Janeiro, 8 de maio de 2017.


(Jedyte, oponente de Sailor Moon)
(imagem do cabeçalho: Sailor Moon)
seriado de tv da Toei (Japão) sobre criação de Naoko Takeushi)
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 08/05/2017
Código do texto: T5992737
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 69 anos
1716 textos (75630 leituras)
40 e-livros (3911 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/17 12:12)
Miguel Carqueija