Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos - 12.01.2017

       Já era tarde.

       Céu escurecido, a grama de um forte verde e bem cuidada, os moradores do pequeno vilarejo estavam todos acordados, como o habitual conversando uns com os outros na quente noite que fazia.

     Eu vi, entretanto, não estava ali.

     Abriram um livro profético, ele era dourado, brilhante, pesado de folhas e capa grossa. Não sei quem o abriu, aparentemente flutuava, só sei que depois de aberto o livro inundou-se de sangue.

     Não demorou muito e a terra desta vila começou a tremer, as pessoas mal sabiam o que fazer, o chão começou a abrir e havia uma espécie de fogo em brasa embaixo dele. Apesar de tudo, não se escutavam gritos e nem pedidos de socorro. A terra abria e era engolida tão rapidamente que nem tempo para súplicas existia.

     Pude acompanhar as únicas quatro pessoas que lutaram por suas vidas, sendo três homens e uma mulher. Eles correram o mais rápido que podiam e acabaram caindo num despenhadeiro. Seus corpos rolavam por entre folhas e galhos. Galhos, foi justamente eles que salvaram dois dos homens que com muita força se agarraram. Infelizmente todo o resto da vila sumiu, derramando seu sangue, submergidos ao fogo e à terra.
Ariane Fagundes
Enviado por Ariane Fagundes em 12/01/2017
Código do texto: T5879571
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ariane Fagundes
Curitiba - Paraná - Brasil, 26 anos
773 textos (10355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/06/17 20:55)
Ariane Fagundes