Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"A HISTÓRIA DA CAVERNA DO TESOURO DE ALI-BABA SE REPETE" por GÉSNER LAS CASAS = RETALHOS D'ALMA & ESTOU EM CHAMAS =

                      "A HISTÓRIA DA CAVERNA DO TESOURO DE ALI-BABA SE REPETE" por GÉSNER LAS CASAS
 = RETALHOS D'ALMA & ESTOU EM CHAMAS =
 “ABRA KADABRA ABRE-TE CEZAMO”
“A HISTÓRIA DE ALADIM A LÂMPADA MARAVILHOSA E ALI-BABA E OS QUARENTA LADRÕES”
= REMEMORAÇÕES POR GÉSNER LAS CASAS = QUARTA-FEIRA, 06 DE SETEMBRO DE 2017, SÉCULO XXI =<ALI BABÁ, QUE EM ÁRABE É: &#1593;&#1604;&#1610; &#1576;&#1575;&#1576;&#1575;) É UMA PERSONAGEM FICTÍCIA BASEADA NA ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA. O CONTO ESTÁ DESCRITO NAS AVENTURAS DE ALI BABÁ E OS QUARENTA LADRÕES, QUE FAZ PARTE DO LIVRO DAS MIL E UMA NOITES OU NOITES NA ARÁBIA. ALGUNS CRÍTICOS ACREDITAM QUE ESTA HISTÓRIA TENHA SIDO ADICIONADA AO LIVRO DAS MIL E UMA NOITES POR UM DOS SEUS TRANSCRITORES EUROPEUS, ANTOINE GALLAND, QUE FOI UM ORIENTALISTA FRANCÊS DO SÉCULO XVIII QUE TALVEZ A TENHA OUVIDO, DE UM CONTADOR DE HISTÓRIAS ÁRABE DE ALEPO. NO ENTANTO, RICHARD F. BURTON GARANTIU QUE O CONTO FAZ PARTE DO ORIGINAL LIVRO DAS MIL E UMA NOITES. ESTA HISTÓRIA TAMBÉM TEM SIDO UTILIZADA COMO POPULAR PANTOMIMA NO FAMOSO PANTOMIMA/MUSICAL CHU CHIN CHOW EM 1916. ALI BABÁ, UM POBRE LENHADOR ÁRABE, ESBARRA COM O TESOURO DE UM GRUPO DE QUARENTA LADRÕES, NA FLORESTA, DE REPENTE PASSA UMA NUVEM DE POEIRA COM PRECISAMENTE 40 LADRÕES. O TESOURO DOS LADRÕES ESTÁ NUMA CAVERNA, QUE É ABERTA POR MAGIA. A GRUTA ABRE-SE SE USANDO A EXPRESSÃO ABRE-TE, SÉSAMO E FECHA-SE COM AS PALAVRAS FECHA-TE, SÉSAMO. QUANDO OS LADRÕES SAEM, ALI BABÁ ENTRA NA CAVERNA, E LEVA PARTE DO TESOURO PARA CASA. O IRMÃO RICO DE ALI BABÁ, QASSEM, QUESTIONA O SEU IRMÃO SOBRE A SUA INESPERADA RIQUEZA. QASSEM VAI ATÉ A GRUTA PARA TIRAR MAIS UMA PARTE DO TESOURO, MAS NA SUA GANÂNCIA ESQUECE AS PALAVRAS MÁGICAS PARA ABRIR A CAVERNA E OS LADRÕES ACABAM POR ENCONTRÁ-LO LÁ E MATAM-NO. COMO SEU IRMÃO NÃO VOLTA, ALI BABÁ VAI À GRUTA COM O FIM DE O PROCURAR. ENCONTRA O CORPO E TIRA-O DA GRUTA, MAS NÃO O LEVA PARA CASA. COM A AJUDA DE MORJANA, UMA ESCRAVA DA FAMÍLIA DE QASSEM, ANTES DE O ENTERRAREM, MORJANA FOI A UM SAPATEIRO DA CIDADE, VEDOU-LHE OS OLHOS E MOSTROU-LHE O CAMINHO ATÉ À CASA DE ALI BABÁ. QUANDO CHEGARAM, ELA PEDIU AO SAPATEIRO QUE COSESSE O CORPO. OS LADRÕES, QUANDO NÃO ENCONTRAM O CORPO, CONCLUEM QUE ALGUÉM SABE DOS SEUS SEGREDOS E SAEM EM BUSCA DE UMA PISTA. UM DOS LADRÕES OFERECE-SE PARA BUSCAR PISTAS E FOI ATÉ À CIDADE ONDE VIU O SAPATEIRO COSER SAPATOS, ELE PERGUNTOU COMO CONSEGUIA VER COM A SUA IDADE PARA COSER. O SAPATEIRO DISSE QUE TINHA BONS OLHOS E ATÉ JÁ COSEU UM CORPO DE UM HOMEM. O LADRÃO PEDIU PARA LEVAR AO LUGAR ONDE TINHA FEITO ISSO E ASSIM O FEZ. CHEGARAM À CASA DE ALI BABÁ E O LADRÃO MARCOU COM GIZ A PORTA E VOLTOU PARA A FLORESTA. MORJANA, QUE IA A SAIR VIU A MARCA DE GIZ E ESTRANHOU, DEPOIS MARCOU TAMBÉM COM GIZ MAIS ALGUMAS PORTAS DA MESMA RUA. O LADRÃO QUANDO CONTOU AO CHEFE O QUE FEZ, LEVOU-O À CASA QUE TINHA MARCADO, MAS VIRAM QUE TAMBÉM ESTAVAM MARCADAS OUTRAS CASAS, O LADRÃO FOI DE IMEDIATO DECAPITADO POR TER FALHADO A SUA MISSÃO. OUTRO LADRÃO TAMBÉM FOI ENVIADO COM A MESMA MISSÃO E GRAÇAS OUTRA VEZ AO SAPATEIRO, MAIS UMA VEZ A CASA FICOU MARCADA COM GIZ, MAS MORJANA FOI OUTRA VEZ ESPERTA, E TAMBÉM O SEGUNDO ENVIADO ACABOU MORTO. DEPOIS FOI A VEZ DO CHEFE, E COMO ERA MAIS ESPERTO QUE OS OUTROS LADRÕES, EM VEZ DE MARCAR A CASA COM GIZ, FIXARAM-NA E, ESTUDOU TODOS OS SEUS PORMENORES PARA NÃO SE ESQUECER DELA. ENTÃO, O CHEFE DOS LADRÕES FINGE SER UM MERCADOR DE AZEITE QUE NECESSITA DA HOSPITALIDADE DE ALI BABÁ. TRAZ CONSIGO MULAS CARREGADAS COM TRINTA E OITO ODRES DE AZEITE, SENDO QUE APENAS DOIS TINHAM AZEITE ENQUANTO QUE OS OUTROS TRINTA E SEIS ESCONDIAM OS OUTROS LADRÕES. OS LADRÕES PLANEJAM MATAR ALI BABÁ ENQUANTO ELE DORME. NO ENTANTO, MORJANA DESCOBRE-OS NOVAMENTE E OS TRINTA E OITO LADRÕES SÃO MORTOS, NOS JARROS ONDE SE ESCONDIAM, QUANDO NELES SE VERTEU AZEITE FERVENTE. DESCOBRINDO QUE TODOS OS SEUS HOMENS JÁ ESTÃO MORTOS, O CHEFE DOS LADRÕES FUGIU. PARA SE VINGAR, O CHEFE DOS LADRÕES ESTABELECE-SE COMO COMERCIANTE E FINGE-SE DE AMIGO DO FILHO DE ALI BABÁ, QUE AGORA ESTÁ A CARGO DA EMPRESA DO FALECIDO QASSEM. LOGO É CONVIDADO PARA JANTAR À CASA DE ALI BABÁ. O LADRÃO É RECONHECIDO POR MORJANA, QUE DEMONSTRA UMA DANÇA COM UM PUNHAL E TERMINA POR ESPETÁ-LO NO CORAÇÃO DO LADRÃO, NUM MOMENTO EM QUE ELE ESTÁ DESPREVENIDO. A PRINCÍPIO, ALI BABÁ FICA IRRITADO COM MORJANA, MAS QUANDO DESCOBRE QUE O LADRÃO O QUERIA MATAR, ELE CONCEDE A LIBERDADE A MORJANA E, ELA CASA-SE COM O FILHO DE ALI BABÁ. ASSIM, A HISTÓRIA TERMINA FELIZ PARA TODOS, EXCETO PARA OS QUARENTA LADRÕES E PARA QASSEM. A HISTÓRIA TEM A SUA ORIGEM NA SAGA DO REI ALI BABÁ DO SUDÃO, HABITAVA PERTO DE PORT SUDAN. AQUELE REI RECUSOU-SE A PAGAR OS IMPOSTOS A AL-MUTAWAKKIL, O DÉCIMO CALIFA LEGATÁRIO DE BAGDÁ. O REI REBELDE SELOU TODO O OURO NAS MONTANHAS E IMPEDIU OS FUNCIONÁRIOS DE IREM À REGIÃO DO MAR VERMELHO. BAGDÁ ENVIOU O SEU EXÉRCITO PARA MANTER O SEU PODER SOBRE A COMERCIALIZAÇÃO DO OURO DO MUNDO ISLÂMICO, ACREDITA-SE QUE O SUDÃO FORNECIA MAIS DE SESSENTA POR CENTO DO OURO AOS ABÁSSIDAS NA ÉPOCA PRÉ-CRUZADAS, E, EM CINCO ANOS, A REBELIÃO FOI ESMAGADA. ALI BABÁ, LEVADO A BAGDÁ, TRANSPORTOU TODO O OURO ESCONDIDO POR SEUS HOMENS PARA O LEGATÁRIO. UMA EXIBIÇÃO PÚBLICA DO GRANDE TESOURO E DO REI DERROTADO PASSOU EM TODAS AS CIDADES IMPORTANTES NO CAMINHO ATÉ A CAPITAL SAMARRA, CRIANDO O MITO DA CAVERNA E DA LENDA DOS QUARENTA LADRÕES. NO FINAL, FOI CONCEDIDA ANISTIA A ALI BABÁ EM SAMARRA E, AO SEU RETORNO, ELE DEU O OURO AOS NECESSITADOS, EM TODAS AS PRINCIPAIS CIDADES, AO LONGO DA ESTRADA, COMO UM BOM SINAL AOS MUÇULMANOS CONTRA QUEM ELE LUTOU. ADAPTAÇÕES: >”PF ENCONTRA MAIS DE R$ 51 MILHÕES EM SUPOSTO BUNKER DE GEDDEL VIEIRA LIMA NA BAHIA” = AFP YAHOO! POLÍCIA E POLÍTICA NACIONAL = AFP 1= YAHOO! REDAÇÃO BAHIA – QUARTA-FEIRA, 06 DE SETEMBRO DE 2017 -<A POLÍCIA FEDERAL ENCONTROU MAIS DE R$ 51 MILHÕES EM ESPÉCIE EM CAIXAS E MALAS EM UM APARTAMENTO EM SALVADOR QUE SERIA USADO POR GEDDEL VIEIRA LIMA, EX-MINISTRO DA SECRETARIA DE GOVERNO DO PRESIDENTE MICHEL TEMER, COMO UM BUNKER PARA GUARDAR DINHEIRO. O NÚMERO FINAL DA BOLADA FOI OBTIDO APÓS HORAS DE CONTAGEM DO DINHEIRO, COM O AUXÍLIO DE MÁQUINAS. A OPERAÇÃO "TESOURO PERDIDO" COMEÇOU PELA MANHÃ, COM A REVISTA DE UM APARTAMENTO EM UMA ZONA RESIDENCIAL DA CAPITAL BAIANA, ONDE FORAM ENCONTRADAS VINTE CAIXAS E MALAS CHEIAS DE NOTAS DE 50 E 100 REAIS. A PF INFORMOU NAQUELE MOMENTO QUE "OS VALORES APREENDIDOS SERÃO TRANSPORTADOS A UM BANCO" E "DEPOSITADO EM CONTA JUDICIAL". GEDDEL VIEIRA LIMA, IMPORTANTE ARTICULADOR POLÍTICO DO GOVERNO DE MICHEL TEMER, ESTEVE À FRENTE DA SECRETARIA DA PRESIDÊNCIA ATÉ NOVEMBRO DE 2016. ELE RENUNCIOU APÓS TER SIDO ACUSADO DE TRÁFICO DE INFLUÊNCIA POR MARCELO CALERO, ENTÃO MINISTRO DA CULTURA. NA ÉPOCA, CALERO ACUSOU GEDDEL DE TER FEITO PRESSÃO PARA A CONCESSÃO DE UMA LICENÇA PARA A CONSTRUÇÃO UM EDIFÍCIO DE ALTO PADRÃO EM UM BAIRRO NOBRE DE SALVADOR, O QUE TINHA SIDO NEGADO PELO IPHAN QUE É O INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. INTEGRANTE DO PMDB BAIANO HÁ 27 ANOS, GEDDEL FOI VICE-PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO DE PESSOA JURÍDICA DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ENTRE 2011 E 2013, DURANTE A PRESIDÊNCIA DE DILMA ROUSSEFF. ENTRE 2007 E 2010, FOI MINISTRO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL DURANTE O SEGUNDO MANDATO DO PRESIDENTE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA. EM JULHO DESTE ANO, FOI DETIDO PREVENTIVAMENTE E NO MÊS SEGUINTE, POSTO EM PRISÃO DOMICILIAR POR SUPOSTA TENTATIVA DE OBSTRUIR A JUSTIÇA EM UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE DESVIO DE RECURSOS PÚBLICOS, O QUE ELE NEGA. A OPERAÇÃO DESTA TERÇA-FEIRA É UMA RAMIFICAÇÃO DA OPERAÇÃO CUI BONO, QUE INVESTIGA UM ESQUEMA DE PROPINA NA LIBERAÇÃO DE CRÉDITOS DA CAIXA EM BENEFÍCIO DE POLÍTICOS, ALTOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS E EMPRESÁRIOS. - >NOSSA OPINIÃO: O HOMEM E O LOBO SE ASSEMELHAM EM SEUS HABTOS E COSTUMES.  NA AMBIÇÃO DESMEDIDA PERDEM O PELO. MAS, NÃO PERDEM OS COSTUMES MAUS.
 GÉSNER LAS CASAS
RADIALISTA, ARTISTA PLÁSTICO, COMENDADOR DE TOBIAS DE AGUIAR & JORNALISTA
GÉSNER LAS CASAS
Enviado por LAS CASAS em 06/09/2017
Código do texto: T6106196
Classificação de conteúdo: seguro
LAS CASAS
Enviado por LAS CASAS em 06/09/2017
Reeditado em 06/09/2017
Código do texto: T6106196
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LAS CASAS
Marília - São Paulo - Brasil, 77 anos
521 textos (4157 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/17 00:51)
LAS CASAS