Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Horta Humana

A Cada dia que se passa, vejo me sentindo um triste percorrer; sobre minha mente uma vontade mutua  de isolamento de tudo .
. Não sei o que deva esta acontecendo  é uma  mistura de angustias junto seguidos desesperos, sem paradoxo comum de insólita desaparecimento sobre esse próprio eu,
Mesmo fazendo parte dessa forma de carne que ainda possa existir nesse planeta onde me confronto em um tumulo de nada bate aquela alucinada louca vontade de fica somente  ao quarto  onde encontro o  espaço na minha ilha de isolamento no deserto interior sobre terra sem mar..
- Não sei! O Que sei mesmo e nem quero saber.
. Mesmo aos olhos  abertos secos de lagrimas bate uma melancolia absurda e triste sem vida, sem destino , sem aquele lugar para chamar de seu paraíso.Que dia –a-dia vem se auto fortalecendo sobre o interior que não há intervalos .
. Quase ao modo de sempre olho  para o céu, e peço clamor por respostas que nada vem até busco um ser de luz que muitos o chamar de SANTO, que santo nada nunca ouvi  as lamurias de uma alma triste de vida cala-se em vácuo sóbrio onde o único e som são assobios  e nada mais de almas perdidas , e destruídas como desorientadas de tudo . – Vago como se fosse um  mero zumbi no meio do nada.
.  O Mesmo nada que se defronta, com a vida vazia sem luz,e paz ;Uma desorientação desapercebida em busca  talvez seja uma simples quimera passageira o quem sabe uma doença para somar a tantas que já me acompanha  .
- Não sei !
. Observo pessoas de uma lado para o outro, na sua correria da rotina diária com suas  loucas presas  exageradas  em uma importância  feudal particular de prisão pessoal de si mesmo que para esse ser de carne não representa nada de tanta . O Mesmo nada que se defronta a vida vazia sem luz em busca de algo que diga paz,uma desorientação  em busca do que? E  Pra que?Essa triste continuação atribulada e tripulada de viver.
. Nada reza! Nada clama- a não ser  a vontade de auto despir em quatro em quarto escuro  desaparecer desta Horta humana, desiludida desorientada de todas as ações, razões com todas as suas emoções sem estações.
dreenlove
Enviado por dreenlove em 05/01/2017
Código do texto: T5873305
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
dreenlove
Cajamar - São Paulo - Brasil
1061 textos (20328 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/05/17 02:10)
dreenlove