Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIÁRIO

Como se num diário fora escrito
Nele, somente nele, então, gravado
Um "eu te amo" eterno, quase um grito
Verso de amor, no coração, rimado

Por lembranças, revivendo o passado
Novamente aquele frio na espinha
Revivendo a emoção de tê-lo amado
Agora sei que não era só minha

O pêndulo do tempo segue em frente
E ao arrependimento é indiferente
Deixa-nos apenas esta saudade

De tudo que podíamos ter tido
Do amor que devíamos ter vivido
Por não dizer, ficou só na vontade
Edla Princesa
Enviado por Edla Princesa em 13/09/2017
Reeditado em 13/09/2017
Código do texto: T6113412
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edla Princesa
Boa Esperança - Espírito Santo - Brasil, 61 anos
1900 textos (41585 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 16:54)
Edla Princesa