Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema: "Cores"

                                         “Cores”

                           Que o verde das matas,
                           Renove as esperanças;
                           Das punições aos piratas,
                           Saqueadores das finanças!

                           Que o amarelo dourado,
                           Reluza prosperidade;
                           Para um povo revoltado,
                           Clamando dignidade!

                           Que o azul do firmamento,
                           E do manto de Aparecida;
                           Finde este momento,
                           Da verdade corrompida...

                           Que o branco da paz;
                           Mais limpo se apresente;
                           Alvejante eficaz,
                           É a justiça iminente!

                           Que as vermelhas máculas
                           Rubras, cor da gangue;
                           Sumam com seus dráculas;
                           Sugadores do nosso sangue!

                           * O Eldoradense
O Eldoradense
Enviado por O Eldoradense em 23/03/2016
Código do texto: T5582787
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Eldoradense
Presidente Venceslau - São Paulo - Brasil, 39 anos
76 textos (1060 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/02/17 06:08)
O Eldoradense