Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Montanha
Eu só queria estar sozinho no alto, mas perto do céu, despetalando  flores de minh'alma sofrida ao tempo, ouvindo o sussurro do vento, remontando a sinfonia de vida, feito uma velha águia qual se recolhe, arrancando unhas e penas com dores, espancando seu bico em pedra até rachar e cair, e da montanha esperar a primavera chegar,com a vida embalando como ventre materno, até no próximo mergulho me atirar, não dando gosto a morte, qual tenta me abraçar e beijar.
Só queria estar sozinho no alto, conversando com Deus para que possa o impossível em mim realizar.


Mas os que esperam no senhor, renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão. Is.40.31.

 
A História da Águia
 
A águia é a ave que possui maior longevidade da espécie. Chega a viver setenta anos. Mas para chegar a essa idade, aos quarenta anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão. Aos quarenta ela está com as unhas compridas e flexíveis, não consegue mais agarrar suas presas das quais se alimenta. O bico alongado e pontiagudo se curva. Apontando contra o peito estão as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas, e voar já é tão difícil! Então a águia só tem duas alternativas: Morrer, ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar cento e cinquenta dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar. Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar as unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E só cinco meses depois sai o formoso vôo de renovação e para viver então mais trinta anos. Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes, velhos hábitos que nos causam dor. Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que a renovação sempre nos traz.

"Se alguém está com Cristo é uma nova criatura; as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo." Co.2º.Co.5.17.
Fonte WEB
Maurício de Oliveira
Enviado por Maurício de Oliveira em 01/09/2013
Reeditado em 02/09/2013
Código do texto: T4462164
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Maurício de Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
1415 textos (92979 leituras)
12 e-livros (3100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/07/17 01:43)
Maurício de Oliveira

Site do Escritor