Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÚPLICA À SENHORA DA PENHA

«Na sua Festa de Setembro 2017»

Monte da Penha ou Monte de Santa Catarina,
Réplica do Monte Carmelo na terra da Palestina.

Nesta altaneira e verde-montanha sagrada,
Com a Cidade Berço a seus pés instalada,

Venho junto de Ti, com a minh´ alma em réplica,
Apresentar-Te sincero, minha fé, minha súplica,

Ó minha Senhora, qu´ és do Carmo e da Penha,
Que atendes sempre a quem muito humilde aqui venha.

Qu´ És sensível, sabemos, a quem te pede saúde,
Por isso espero que olhes à minha solicitude.

Quero que saibas, não é para mim o pedido
Mas, se atenderes, ficar-te-ei sempre rendido:

É para meus amigos, co´ a sua vida aflita
E a quem a mísera sorte mantem em desdita,

São as crianças, e os pobres, e os perseguidos
E os que sofrem no mundo pra sempre esquecidos,

São os que não têm pão e vivem na amargura
Da exploração constante de triste figura,

E são as vítimas da torpe corrupção
E todos os humanos que vivem em solidão.

E já agora, Senhora, também é meu país
Que definha e padece, e continua infeliz…

Nele nasceram gigantes na terra, mar e ar
E agora, só se vê, a miséria a espreitar.

E a pior das misérias, e em consumição,
É o seu vazio de Cultura e de educação.

Ó Senhora do Carmo e da Penha formosa
Suaviza a dura cruz desta Pátria chorosa!

Eu sei que está por cá o Beato Pio Nono
Mas, se ele não liga, este país continuará sem dono,

Eu sei que Santo Elias passa a vida a dormir
E assim não pode ver todo este mundo a ruir.

E vê lá que o Beato Pio passe de vez a Santo,
Que de Beato a Santo não é assim tanto, tanto.

E que este Santo Elias não se meta na taverna
Porque já escandaliza aquela soneira eterna,

Tu, que Te fazes acompanhar p´ la fiel pastora,
E p´ las Senhoras do Carmo e de Lurdes a toda a hora…

E deste excelso e fresco e rijo miradouro,
Afasta para longe todo o nosso mau-agouro.

Ó Senhora do Carmo da Penha bendita,
Tu, a Padroeira, em quem toda a gente acredita,

Sê para nós, enfim, uma bênção sublime
E que a devoção popular se torne mais firme.

Que os Teus dotes maternos, para nós divinos,
Sejam em cada dia a luz para os peregrinos.

E a Ti, Te suplicamos e, em Igreja, cantamos
E de Ti, todo o supremo Bem esperamos!


Frassino Machado
In ODISSEIA DA ALMA
FRASSINO MACHADO
Enviado por FRASSINO MACHADO em 09/09/2017
Código do texto: T6109242
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FRASSINO MACHADO
Odivelas - Lisboa - Portugal
1780 textos (46889 leituras)
20 áudios (850 audições)
2 e-livros (23 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/17 01:26)
FRASSINO MACHADO

Site do Escritor