Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU CONFIO EM TI SENHOR



MEU DEUS E MEU PAI MEU CRIADOR, OH DEUS QUE SONDA OS CORAÇÕES E ESQUADRINHA NOSSAS MENTES, SEI QUE ÉS JUSTO O SUFICIENTE PARA ATENDER O APELO ANGUSTIANTE DESSE TEU FILHO QUE ESTÁ IMERSO EM UM DESESPERO EM MEIO A TANTO DESPREZO PAI, MAS SEI TAMBÉM QUE PODES CONSOLAR MINHA AFLIÇÃO, ENXUGAR MINHAS LÁGRIMAS, CONFORTAR E ALIVIAR MINHA DOR, A DOR DA PERDA DE QUEM AMAMOS, DAQUELA PESSOA QUE PLANEJAMOS VIVER FELIZ E RESISTIR A TODAS AS TEMPESTADES PAI. SENHOR MEU DEUS, MAS TU SOMENTE TU SABES TODAS AS COISAS, CONHECES AS MINHAS INTENÇÕES E A PELEJA, DA LUTA PARA QUE ESSA UNIÃO FOSSE ATÉ O FINAL DOS MEUS DIAS, PORÉM EM MEIO A TANTAS TRIBULAÇÕES SENHOR, ME VI ENVOLTO EM UM ENORME PESADELO E TANTO DESPREZO DAQUELA QUE POR FORÇA DA CONDIÇÃO DE BÊNÇÃO E UNIÃO DEVERIA SER MINHA COMPANHEIRA, AMIGA, CÚMPLICE, AJUDADORA, COLABORADORA, MEU SUPORTE NAS HORAS DIFÍCEIS, AQUELA QUE EU PUDESSE CONFIAR PLENAMENTE ÀS CEGAS, MAS A INDIFERENÇA AOS MEUS SENTIMENTOS, A FRIEZA CALCULISTA E O SILÊNCIO CRUEL QUE DISFARÇA ALGUMA SABEDORIA, ME LEVOU A TE PROCURAR MEU DEUS COM UMA INTENSIDADE TAMANHA QUE PUDE VER NITIDAMENTE O QUE SIGNIFIQUEI PARA ELA EM TODOS ESSES SETE ANOS DE CONVIVÊNCIA, PUDE COMPREENDER QUAL O FUTURO QUE TENS RESERVADO PARA MIM E PARA ELA. COLOCASTES-ME EM UM PLANO DE REVELAÇÃO EM SONHO, VI UMA FOLHAGEM VIÇOSA COM ENORMES GAFANHOTOS QUE A DEVORAVAM VORAZMENTE DEVASTANDO A BELEZA DAQUELE CENÁRIO TÃO VERDE E BELO, AINDA DESPEJAVAM SEUS EXCREMENTOS SOBRE OS GALHOS, MAS VI TAMBÉM QUE OUTRAS FOLHINHAS VINGAVAM TIMIDAMENTE, PORÉM UMA ENORME LAGARTA AS CONSUMIA NUMA VELOCIDADE INCRIVELMENTE ATERRORIZANTE E TAL COMO OS GAFANHOTOS DESPEJAVAM DA MESMA FORMA SEUS EXCREMENTOS SOBRE OS GALHOS, A PLANTA QUE ERA LINDA E VIÇOSA AOS POUCOS IA VIRANDO UM EMARANHADO DE GARRANCHOS SECOS.
O SOFRIMENTO DAQUELAS PLANTINHAS CHEGOU AO FIM, POIS NÃO HAVENDO MAIS NADA PARA SERVIR DE ALIMENTO AOS GAFANHOTOS E LAGARTAS, ESTES SE FORAM E A LAGARTA SE TRANSFORMOU EM UMA LINDA E GRANDE BORBOLETA E SE FOI TAMBÉM... E QUAL NÃO FOI MINHA SURPRESA, AQUELA TENRA PLANTINHA RESSEQUIDA PASSOU POR UM PROCESSO DE CURA E SUA FOLHAGEM NOVAMENTE SE TORNOU MUITO MAIS VIÇOSA DO QUE ANTES, POR CAUSA DOS EXCREMENTOS QUE ESCORRERAM E CAIRÃO AO CHÃO SERVINDO COMO ADUBO PARA AQUELAS PLANTINHAS QUE TANTO SOFRIAM. OS GAFANHOTOS FORAM ATACADOS POR PESTICIDAS E MORRERAM TODOS, A BORBOLETA VOOU BASTANTE IRRADIANDO SUA IMPONÊNCIA E BELEZA EM MUITOS JARDINS, ATÉ QUE INESPERADAMENTE CAIU EM UMA ARMADILHA DE ARANHA, NUMA TEIA DESSAS QUE ELAS CONSTROEM COM MUITO SACRIFÍCIO PARA AGUARDAR QUEM ESTIVER DESPERCEBIDA ENTÃO UMA VEZ PRESA NAQUELA TEIA, A ARANHA RAPIDAMENTE APROXIMA-SE E VAI LANÇANDO GRADATIVAMENTE SUA TEIA ATÉ QUE A BORBOLETA ESTEJA COMPLETAMENTE ENOVELADA E IMOBILIZADA, AÍ SIM SE INICIA UM PROCESSO DE SUCÇÃO DO SEU VENTRE LEVANDO A LINDA BORBOLETA A UMA MORTE LENTA E DOLOROSA.
Soares Alencar
Enviado por Soares Alencar em 16/06/2017
Código do texto: T6029042
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Soares Alencar
Rio Branco - Acre - Brasil, 57 anos
11 textos (181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/06/17 14:29)
Soares Alencar