Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALÉM DE MIM - EU AMO VOCÊ... DENTRO DESSE CORPO - CAP. V

                      EU AMO VOCÊ... DENTRO DESSE CORPO – Capítulo V

                             Os quatro ficaram no apartamento por muito tempo, tentando achar uma solução para aquele caso, mas não encontraram uma saída, até que Lúcio resolveu agir de alguma forma.
- Bom, talvez as famílias de vocês não apareçam por aqui hoje porque, afinal de contas, vocês estão em lua-de-mel, mas... e depois? A gente tem que arrumar uma desculpa pro... desaparecimento da Andreia.
- A Andreia não desapareceu... falou Ângela.
- Mas vá dizer pra mãe, pro pai ou principalmente pro irmãozinho dela que aquele lá dentro é ela. Ninguém vai acreditar. Até provar que focinho de porco não é tomada e que ela foi vítima de bruxaria em pleno século vinte... O melhor que você tem a fazer, Renato, é sair da cidade.
- Pra onde? A gente já não foi viajar porque estamos os dois duros, depois da correria do casamento e você vem dizer pra sair da cidade? E ficar onde? Em hotel? A gente não tem grana, cara!
- Bom... Eu posso te arrumar algum por uns dias...
- Amor, você não tem aquele apartamento em Paquetá? – Ângela perguntou.
- Tenho, mas... o Renato detesta a ilha...
- Nessa altura do campeonato, eu não detesto mais nada. Só aquela velha. Vou até pro inferno se me conseguirem uma passagem na classe econômica. Você me quebraria esse galho, Lu? Por favor...
- Claro... Vocês dão um tempo por lá, enquanto a gente vigia o apartamento da velha por aqui e diz pro pessoal que vocês resolveram viajar de última hora. Foi meu presente de casamento surpresa. Se a velha voltar, a gente dá uma prensa nela.
- Se ela não voltar... falou Renato, sentando-se. – Se ela não voltar... eu assumo minha mulher do jeito que ela é mesmo. Viro “gay” e pronto! Droga!
  Lúcio e Ângela riram.
- Pelo menos ainda tem senso de humor, Lúcio disse.
  Renato fez cara de desânimo e deu um sorrisinho amarelo.
- Vou ver como ela está...
   Ele entrou no quarto. Andreia estava deitada na cama de bruços com o rosto escondido nos braços cruzados. Ele aproximou-se e sentou à beira da cama.
- Andy...
- Não me chama assim, ela pediu com voz de choro.
- É isso que você é pra mim... ainda... ele falou, sentindo a garganta arder. – Estou com saudades de você...
  Andreia começou a chorar e continuou na mesma posição. Renato chorava também.
- A gente vai pro apartamento do Lúcio em Paquetá... até que... a velha volte...
- E se ela não voltar? – ela perguntou, sentando-se na cama, enxugando os olhos.
- Eu não sei...
- A gente vai ter que anular o casamento, não é?
- Não, não, não, nunca!
- Você não pode continuar casado comigo desse jeito.
- Não importa. Eu amo você... você que está dentro desse corpo aí. Eu me casei com você, não foi com seu corpo, embora esteja sentindo a falta dele também...
   Ele enxugou o rosto e respirou fundo.
- Pelo menos, quando a gente estiver sozinho... eu vou poder dizer pra você que eu te amo, sem ter que dar satisfação pra ninguém...
  Ela sorriu e brincou.
- Qual é, cara? Pra cima de mim?
  Renato riu também e desmanchou o cabelo dela.
- Vamos fazer as malas de novo? A gente viaja ainda hoje.

                   
                                    ALÉM DE MIM - CAP. V
Velucy
Enviado por Velucy em 12/09/2017
Reeditado em 16/09/2017
Código do texto: T6111922
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Velucy
São Paulo - São Paulo - Brasil
303 textos (1139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/17 18:08)