Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Digital

Ôna entrou na caverna com os pés ainda úmidos da areia recém-molhada pela chuva. Fora até as margens do lago cumprir a missão que lhe fora dada pela irmã mais velha, !Qhàn: recolher duas fíbulas de babuíno.

- Você demorou - disse !Qhàn ao vê-la entrar.

- Foi a chuva! Tive que esperar diminuir...

Sentou-se no chão junto da irmã, pernas cruzadas, e entregou-lhe os ossos. !Qhàn examinou-os com atenção e depois pegou uma lasca de quartzo afiada que estava ao seu lado.

- Vou lhe ensinar como fazer... da mesma forma que mamãe me ensinou.

Exibiu uma das fíbulas e começou a fazer incisões nela, cuidadosamente, enquanto ia falando.

- Você divide o osso em três partes... à esquerda, estão quatro grupos, com 19, 17, 13 e 11 marcas. Se você somar, vai dar 60, certo?

Ôna não estava bem certa se havia entendido, mas como a explicação não terminara, respondeu sem pestanejar:

- Certo.

- Na parte do meio, você cria oito grupos. A soma das marcas de cada grupo devem totalizar um mínimo de 48 e um máximo de 63, certo?

- Hummm... certo.

- Vai ficar mais fácil de entender na hora de usar, eu prometo! - Riu !Qhàn. - E finalmente, do lado direito você grava quatro grupos, cada um contendo 9, 19, 21 e 11 traços. A soma deles é 60.

Levou algum tempo para fazer todas aquelas marcas. Finalmente, !Qhàn exibiu o produto acabado.

- É isso!

Ôna segurou a fíbula cuidadosamente.

- E... eu vou poder calcular o meu ciclo menstrual com esse osso?

- E as fases da Lua também! Não é maravilhoso?

Ôna virou a fíbula de um lado para o outro.

- Como pode isso? Um osso de babuíno... parece mágica!

A irmã abriu um sorriso.

- Não é mágica... é o poder das mulheres!

- [13-09-2017]
Alex Raymundo
Enviado por Alex Raymundo em 13/09/2017
Código do texto: T6113446
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto original do site http://recantodasletras.com.br/autores/raymundo.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Raymundo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
838 textos (37679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 17:01)
Alex Raymundo