Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um banco, uma exposição e o meu dinheiro...

Sobre as pessoas que se manifestaram contra a exposição QueerMuseu:
Não foi por conta de censura a arte (se é que se pode chamar aquilo de arte) e sim por cansaço em ser tratado como lixo.
Dizem que é vergonhosa a falta de cultura do brasileiro, mas vocês não fazem ideia da realidade dessa palavra para nós. Vocês não alcançam o peso que a palavra vergonha realmente tem.
Vergonha é abrir uma exposição com conteúdo adulto para crianças de qualquer idade.*
Vergonha é caravana escolar levar crianças para essa exposição sem conhecimento pleno do material ali exposto (tanto por parte do educador, quanto por parte dos pais).*
Vergonha é querer fazer lavagem cerebral em seres humanos que nem atingiram maturidade suficiente para entender o que é sexo.
As opções sexuais de cada um, só interessa a cada um e é escolha individual.
Não pode ser imposta. Nem por héteros, nem por homos.
O Brasileiro não está preocupado com quem cada um se deita, tampouco para quem cada um ora.
O que não se pode permitir é o desrespeito às leis brasileiras que protegem essas mesmas crianças, que nos garante o respeito à religião de cada um, que protege os animais em geral. Leis que devem ser respeitadas e cumpridas.
Nossa preocupação é com a deturpação do certo e errado, a inversão de valores, o descumprimento da lei do nosso país e, principalmente o uso do dinheiro público em mostra cultural enquanto pessoas morrem nos hospitais por falta de atendimento adequado, crianças morrem de fome por falta de alicerce do governo, crianças ficam sem escola por falta de verba, crianças ficam sem alimento escolar, por desvio de merenda. Vocês, estrangeiros críticos de plantão, poderiam se informar melhor antes de criticar o povo brasileiro. Criticar sem conhecimento de causa é estupidez e ignorância.
É preciso estar na nossa pele para saber quem somos.
Viva nossa vida num país abandonado à própria sorte e à merce de larápios; sinta nossa dor; coma nossa comida escassa; more em nossa favela; vista nossos trapos; frequente nossas escolas em ruínas; adoeça sem socorro e vá até o pronto socorro de ônibus pois ambulâncias só atendem casos graves em alguns poucos lugares; se cure sem medicamentos porque o governo não te auxilia e seu salario não dá conta; trabalhe em nosso emprego escravo e ganhe uma ninharia; pague suas contas sabendo que não sobrará para a comida; olhe nos olhos do seu filho e veja o sofrimento da falta de tudo aquilo que para você (em seu conforto atual) é nada; sobreviva tapando buracos que ficam cada vez maiores, seja enganado, humilhado e explorado.
Só então saberá na alma o que sabemos em nosso DNA.
***
12/09/2017

*Fonte das informações: http://www.gazetadopovo.com.br/ideias/com-pornografia-e-zoofilia-exposicao-cancelada-pelo-santander-teve-visita-de-criancas-dv3xoh8n57sdhntokchqnysio

ps: como copiar o link no corpo desse texto não é possível, colocarel no primeiro comentário dessa publicação
Márcia Magal
Enviado por Márcia Magal em 13/09/2017
Código do texto: T6112598
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Márcia Magal
Embu das Artes - São Paulo - Brasil, 50 anos
228 textos (4147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 17:06)
Márcia Magal