Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONHO ESCRAVO

Não se pode castigar uma flor queimando-a no fogo,
Nem punir um amor verdadeiro castigando-o com ódio,
Não se pode julgar um triste olhar diante de um carrasco,
Também não é licito julgar palavras por sua aparência,
Não se pode aprisionar sonhos pois nascem livres como o vento,
Não permita ser escravizado e nem ser dominado por estranhos pensamentos,
Não permita que o vale da maldade cubra sua inocência de pavor,
Quantas imagens se desfizeram em nuvens e deixaram de assombrar a imaginação,
Quantas melodias acompanharam matilhas de cães ao amanhecer,
Até quando vai ignorar perfumes desconhecidos em barril de carvalho ou tentara modelar uma concha,
Quantas ondas quebraram-se em rochas e o destino as despedaçou em fragmentos,
Quantas coisas perdidas que a pobre aparência encontrou,
Violino,taças,livros,castiçais posto sobre a mesa e uma linda orquestra cantando prá você.
GERSONOITEILUSTRADA
TORRE FORTE
Enviado por TORRE FORTE em 11/01/2017
Código do texto: T5878426
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
TORRE FORTE
Santo André - São Paulo - Brasil, 53 anos
3343 textos (50577 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 04:47)
TORRE FORTE