Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Preconceito linguístico - o que é, como se faz


A capa deste livro tem uma história que merece ser contada. As pessoas ali fotografadas são sogra de Marcos Bagno, Alice Francisca, seu sogro, José Alexandre, e seu cunhado [pág. 11] mais novo, Sóstenes, cerca de vinte anos atrás. Como este é um livro que trata de discriminação e exclusão,  Bagno decidiu homenagear seus sogros que são, como ele costuma dizer, um “prato cheio” para alguns dos preconceitos mais vigorosos da nossa sociedade: negros, nordestinos, pobres, analfabetos.

Alice Francisca também carrega o estigma de ser mulher numa cultura entranhadamente machista. Aprender a amar estas pessoas pelo que elas são, deixando de lado todos os rótulos discriminadores que tentam classificá-las em categorias supostamente inferiores às que Bagno e pessoas de sua extração social ocupam, tem sido uma lição fundamental para toda a sua vida pessoal e profissional.

É com este amor que Bagno se defende das acusações que às vezes recebe de ser autor de um livro “demagógico”. Não é demagogia: é opção consciente, política, declaradamente parcial.
Littera Lu
Enviado por Littera Lu em 06/12/2016
Código do texto: T5845476
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Littera Lu
Angola
498 textos (48170 leituras)
2 e-livros (162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/07/17 17:41)
Littera Lu