Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABANDONADA

Ter excesso de exigências e etiquetas é ser despeitada
Coisas de gente que anda com o nariz e a cara empinada
Que adianta ter visão e usar somente viseiras
De tanto desprezar acabou fazendo besteiras
De tanto ignorar acabou sendo ignorada
De tanto não dar valor acabou desvalorizada
Você não é nenhuma atriz global
Pra ser querida por todo o curral
Você tem que olhar pra dentro
Pra olhar pro que não olhou
E despertar o sentimento que em você se congelou

Desde que você mudou no seu sobrenome aquilo que não lhe agradou
Jogou fora todos aqueles que não lhe interessou E me jogou fora
Sem notar que Eu tenho as iniciais daquelas letras que você ignorou ...

Abandonada
Será que você não desconfia de nada ?
Abandonada
Tu tens um Nome mas nunca é chamada !

Talvez você ainda não saiba me dar valor
E talvez Eu ainda não saiba se ainda lhe tenho Ardor
Por isso que você tem que ser abandonada
Pra entender que sem Amor ninguém tem tudo e não é nada !
Eugênio O Vate
Enviado por Eugênio O Vate em 19/03/2017
Reeditado em 25/03/2017
Código do texto: T5945817
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eugênio O Vate
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
276 textos (2073 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/03/17 06:58)
Eugênio O Vate