Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O forasteiro intimidador

Dona Zefa, possuía um barraco de venda de lanches no beco do açougue na década de 1960, no distrito de São Gonçalo-PB. Certo dia, de grande movimento, um cliente se aproxima e pede um cafezinho. Devido ao grande número de pedidos, o forasteiro sente-se incomodado com a demora, levanta a camisa e reclama, com o intuito de causar intimidação:
- Ei, coloque logo o meu café, pois eu não sou gente boa não. Tudo isso aqui nos meus peitos e no bucho são facadas!
Seu Pedro Inácio, rendeiro da bacia do açude, que estava presente ao barraco, replica ironicamente:
- Meu amigo, você não faz medo, não. Faz medo é a pessoa que fez isso com você!
Josemar Alves Soares
Enviado por Josemar Alves Soares em 13/08/2017
Reeditado em 14/08/2017
Código do texto: T6082532
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josemar Alves Soares
Sousa - Paraíba - Brasil, 48 anos
39 textos (703 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 04:43)