Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recado aos Brasileiros

                                           No supermercado poucos caixas operando, das quais as que operavam era uma ao lado outra. Chega uma senhora e pergunta: "você está onde".
Gentilmente respondo: estou no supermercado.
- Não, em que fila: de lá ou de cá.
Respondo: "No meio. Vim receber o auxílio Bolsa Família; valor que só dá para pagar a compra dos 10 pequenos volumes.
- Coincidência, também estou nessa fila.
- Ótimo! Vou mudar para a de lá, detesto seguir os pobres. Deleito-me em ser pobre, porém, detesto a miséria. Muito prazer e passe bem!

 
                      Marcelo Resende pediu: "Corta pra mim"! Decapitaram uma cabeça de gente e serviram-lhe na bandeja e para celebrar a ocasião, convidou o amigo inseparável Datena para confortavelmente, degustarem ao vivo e em cores. Todavia, o denunciador da matança da Band precisava de ajuda para exercitar a comilança e gritou para a plateia: "Me ajuda aí, gente!"

                                        Perguntaram ao mendigo de olhos remelentos e fala arrastada: "Você levanta e nem lava a cara, fulano"? Ao que ele respondeu: "Claro, se assim fizer, lavo a minha dignidade. Honestidade não veste qualquer roupa." E deixando para trás as pegadas da arrogância, retirou-se da multidão.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 12/08/2017
Reeditado em 12/08/2017
Código do texto: T6081391
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
832 textos (19321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:11)
Mutável Gambiarreiro