Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HUMOR VIII

EM SILÊNCIO
- Não falo com minha esposa a mais de um ano - diz o homem. Por quê?  - pergunta o amigo - porque não gosto de interrompê-la.

SURPRESA
A mãe de Joãozinho  entra subitamente na cozinha e pega o filho tirando chocolates de dentro do armário, para comer escondido. Ela exclama , com surpresa:  - francamente Joãozinho! Estou admirada de encontrar você aqui. – Pois saiba mãe que eu estou muito mais surpreso com você! Pensei que senhora tinha saído...

ELOGIO
A mulher está nua, olhando no espelho do quarto de dormir.  Ela não está feliz com o que vê e diz para o marido: - Sinto-me horrível. Pareço velha, gorda e feia... Eu realmente preciso de um elogio seu. O marido retruca: - Sua visão está perto da perfeição.

CONFUSÃO
O sujeito num bar, senta-se à uma mesa e logo um garçom aparece para atendê-lo.  – Boa noite, o que o senhor toma?  - Eu tomo vitamina C pela manhã, o ônibus  para ir ao serviço e uma aspirina quando tenho dor de cabeça. – Desculpe, mas eu quis dizer o que o senhor gostaria?  - Ah tudo bem! Eu gostaria de ter uma de ter uma Ferrari e mandar minha sogra para o inferno. – Não é nada disso senhor! – continuou o garçom. – Eu só gostaria de saber o que o senhor deseja beber.  – Ah! Bem... o que o senhor têm? E o garçom: - Eu? Nada, não! Só to chateado porque o meu time perdeu.

SEMELHANÇAS
O sujeito está no bar,  caindo de bêbado, quando olha para a única mulher do estabelecimento, sentada tomando uma cerveja. Cambaleando, ele vai até lá, põe a mão sobre a perna dela e começa a abraçá-la. Imediatamente, a mulher vira um tapa na cada do bêbado, que se defende: Desculpe moça. Eu pensei que fosse minha mulher! Você é igualzinha a minha mulher! – Sai daqui, seu bêbado! Vagabundo e desgraçado, filho de...  – Tá vendo? – interrompe o bêbado – Você também igualzinho a ela!

PEQUENO PEDIDO
- Amoooooor! – diz a mulher, toda dengosa para o marido. – O que foi? – Eu queria pedir uma coisinha posso?  - O que é desta vez? – É uma coisinha bem pequena. – Tá, fala logo...  – Compra um radinho pró seu docinho?  - Ah, só um radinho... – diz o marido aliviado. – E que tipo de radinho você quer?  - completou ele. – Ah... pode ser bem simples, daqueles que tem um carro por fora!
Triboladas.
Diante das notícias, não “animadoras” do nosso momento político e econômico; um humor leve nos descontrai um pouco... Curitiba, 10 de junho de 2017 - Saul Uma boa semana aos nossos prezados leitores (as)
 





Walmor Zimerman
Enviado por Walmor Zimerman em 19/06/2017
Código do texto: T6031431
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Walmor Zimerman
Curitiba - Paraná - Brasil, 75 anos
892 textos (25091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 06:22)
Walmor Zimerman