Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRASIL, TE AMAMOS, APESAR DE QUE...

                                                       Já podeis, da pátria, filhos,
                                                        Ver contente a mãe gentil,
                                                        Já raiou a liberdade
                                                        No horizonte do Brasil...

                                                        Já raiou a liberdade,
                                                        Já raiou a liberdade
                                                        No horizonte do Brasil...

                                                        Brava gente brasileira,
                                                        Longe vá... temor servil,
                                                        Ou ficar a pátria livre
                                                        Ou morrer pelo Brasil...

                                                        Ou ficar a pátria livre
                                                        Ou morrer pelo Brasil...

Os grilhões que nos forjavam
Nas perfídias tudo ardil,
Houve mão mais poderosa,
Zombou deles a do Brasil...

Houve mão mais poderosa,
Houve mão mais poderosa,
Zombou deles a do Brasil...

Brava gente brasileira,
Longe vá... temor servil,
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil...

Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil...
                                                         Parabéns, óh, brasileiros,
                                                         Já com garbo varonil,
                                                         Do universo entre as nações,
                                                         Reconhece-se a do Brasil...

                                                         Do universo entre as nações,
                                                         Do universo entre as nações,
                                                         Reconhece-se a do Brasil...

                                                         Brava gente brasileira,
                                                         Longe vá... temor servil,
                                                         Ou ficar a pátria livre
                                                         Ou morrer pelo Brasil...
                                                         
                                                         Ou ficar a pátria livre
                                                         Ou morrer pelo Brasil...

                                      ''HINO À INDEPENDÊNCIA DO BRASIL,
                                       POESIA FEITA POR,
                                        EVARISTO DA VEIGA,
                                       QUE VIROU HINO, MÚSICA DE DOM PEDRO 1,
                                       POR DECRETO DO MANDANTE DA ÉPOCA,
                                       ILUSTRE SENHOR, ''EPITÁCIO PESSOA''...

   Apesar de que as coisas de momento em nada condizem com esta obra brilhante, que retrata uma beleza quase que sendo uma miragem aos nossos olhos,
Pois se é escravo de uma política ardilosa que dilacera os filhos desta pátria Brasil, além de que se é obrigatório a se votar nas eleições, caso não, se é passivo de  multa, fazer o que, manda quem pode e obedece quem precisa...
 
                                     E DAÍ, CADÊ A LIBERDADE TÃO SONHADA?

                                                        DE 01 A 07/09
                                             SEMANA DA INDEPENDÊNCIA
                                                         DO BRASIL
Josea de Paula
Enviado por Josea de Paula em 06/09/2017
Reeditado em 06/09/2017
Código do texto: T6106345
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josea de Paula
Laranjeiras do Sul - Paraná - Brasil, 60 anos
1533 textos (101322 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 03:42)
Josea de Paula