Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para um amigo...

Um grande amigo meu faleceu faz alguns meses, como não pude ir ao seu velório, fui ao cemitério visitá-lo. Quando cheguei em seu túmulo o que vi foram apenas os resquícios da terra que o sepultou, sem nenhuma lápide de identificação, sem nenhum adorno com flores, sem nenhum cuidado, era como se fosse um túmulo de indigente.
A tristeza que estou sentindo por conta disso é indescritível, e fica ainda maior, sabendo que esse meu amigo tem parentes que moram há 1 km do cemitério, parentes que em vida diziam adorá-lo.
A morte de um ente querido, infelizmente, entre outras coisas, pode revelar certas pessoas, o quanto podem ser insensíveis e ruins.
Eu fiz uma promessa, deixarei uma singela lembrança em seu túmulo, uma flor para embelezar aquele pequeno pedaço de chão ao qual seu corpo descansa, até algum de seus parentes atenderem ao meu pedido de fazerem uma lápide com seu nome, eu vou cobrar isso deles, é o mínimo que ele devem fazer.
Você se foi, mas levou contigo uma parte de mim. Pode deixar Cido, farei o possível para cuidar do seu túmulo. E enquanto eu viver, nunca o esquecerei.
Akilles
Enviado por Akilles em 17/07/2017
Reeditado em 17/07/2017
Código do texto: T6056569
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Akilles
Luiz Alves - Santa Catarina - Brasil, 39 anos
164 textos (7666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/17 20:14)
Akilles