Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha homenagem a Tere Penhabe- Recordando


VIELAS DE MIM «» Tere Penhabe & Maria Thereza Neves
Vielas de mim.
(Tere Penhabe)

Hoje, um sonho distante que o tempo levou,
mas saber que existiu, é suficiente.
Não vai se apagar, da memória, jamais!

As tardes brilhantes, as noites calientes,
o perfume do vinho, o sorriso no olhar...
você carinhoso, sempre a me abraçar!
O tempo no porto, disposto a zarpar...

Que seria da vida, sem lembranças que temos,
sem saudade sentida, sem o que perdemos...
Que seria da vida? Eu não sei, não pensei.
Mas eu sei, com certeza: seria ruim,
nunca ter vivido, um amor assim.

Que não foi sofrido,
(Pois não viveu tanto!)
cedo, foi perdido,
nas vielas do tempo,
nas vielas de mim...

Santos, 10/11/2009

&

Vielas de mim.
(Maria Thereza Neves)

Pegadas levadas pelo vento
ainda marcos ,castelos na areia
sonhos, recordando tantos sonhos.

Um por do sol vermelho,clamante
a procura da lua dos amantes
do vinho borbulhante
do toque das taças ,dos beijos
entre aromas e cristais...

A saudade batendo na porta da saudade
clamores,sensualidade,desejos vividos
estradas que percorreram estradas
desvendado poros,peles,
vielas suas e minhas ...

Momentos jamais esquecidos
eternamente,,. ternamente guardados...

11/11/09
******
Maria Thereza Neves
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 09/01/2017
Código do texto: T5877016
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3344 textos (91112 leituras)
6 e-livros (224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/02/17 20:27)
Maria Thereza Neves