Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEU NOME

Por que iria eu manchar o teu nome?
Se antes ele era um soneto de lindo poema
A ser recitado,  Por que?

Não há insanidade para tal procedimento,
Visto que, tudo o que respiro,  é de
Alguma forma para enaltecer-te como
Homem, pessoa, como ser humano
A ser estimado e amado.

Na lama, na boca dos que difamam
Na língua dos que maldizem,
Nas gargalhadas dos falsos amigos,
Nunca irei eu, te colocar.

Vermes não irão roer tua reputação
Urubus não vão despedaçar o teu nome
Nem sanguessugas irão sugar teu sossego
De alma, ao passares entre amigos, inimigos
Ou desconhecidos transeuntes. Não!!
Não irão!!!  Se assim for de mim, essa decisão.

Mesmo com teus vexames,
Teu Nome, tua essência em ser quem és,
Serão honrados e bem guardados,
Como quem, envoltos em papéis de ouro
Se guarda relíquias de valor inestimável.

Fernandes Mari
Enviado por Fernandes Mari em 13/09/2017
Reeditado em 14/09/2017
Código do texto: T6112988
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernandes Mari
João Pessoa - Paraíba - Brasil
23 textos (765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/17 06:56)
Fernandes Mari