Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POSITIO VIAE DRACONIS

A verdadeira escuridão malévola é aquela da fé que não pode ver, da fé cega nas pseudo religiões da falsa luz que buscam enganar, conspirar e escravizar as massas. A verdadeira luz benévola é aquela que brilha na consciência desenvolvida por esforço próprio na verdadeira iniciação (interior).
Para aqueles que ainda não compreendem a luz jamais pode existir sem o contraste essencial e necessário das trevas porque ambos são dois aspectos do Todo e de Tudo no universo manifestado. Para que a luz possa iluminar, é necessária a escuridão, pois só assim a luz realmente passa a existir e assim é percebida; nós somente enxergamos tudo, devido a essa interação entre a luz e as trevas, sendo inclusive uma lei da Física.

Se às vezes falamos por metáforas, ou algo aparentemente óbvio para alguns, é para ilustrar e fazer analogias.

Demonstraremos, de maneira sintética, o que é a supostamente temida e controversa Filosofia das Sombras, ou Via Noturna, e suas diferenças fundamentais entre a assim chamada religião da “luz”, tão na moda atualmente mais do que no passado em virtude de sua divulgação e propagação pelas grandes mídias de massa. Entenda-se por religião da “luz” o monoteísmo degradado e suas várias ramificações modernas espalhadas pelo mundo e que atacam tudo o que não faz parte de seus rebanhos.

Se você for inteligente, deve estar ciente de que a inteligência é um perigo para seus semelhantes, de que as pessoas temem a inteligência alheia e de que elas poderão fazer o possível para destruí-lo, ou se afastarão de você.
Curiosamente, a grande maioria das pessoas ignorantes, grosseiras, fúteis e gananciosas são cristitas! Ou monoteístas de qualquer orientação, mesmo que sejam negligentes. O monoteísmo prioriza pela ignorância das massas, infundindo temor e aversão por tudo o que não estimule a mente, a imaginação, a liberdade de expressão, de pensamento e a expansão da inteligência fora de seus currais dogmáticos. O monoteísmo nutre um profundo temor e aversão por pessoas inteligentes e de mente livre, de impulso luciférico, que buscam por si mesmas o que consideram ser o melhor. Mentes pensantes (muitas vezes consideradas subversivas) são um perigo e uma ameaça para a estabilidade do poder instituído, seja ele religioso, político, social, gregário ou familiar, geralmente todos muito patriarcais e, paradoxalmente , castradores.

Adriano Camargo Monteiro
Enviado por kronos em 25/12/2016
Código do texto: T5863140
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
kronos
Indaiatuba - São Paulo - Brasil, 39 anos
64 textos (955 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/17 20:45)
kronos