Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pour Derrida (in memoriam)

Aquele que escolheu escrever deve ter em mente que essa escolhe envolve muito de si mesmo. Que não é uma tarefa como outra qualquer. Há um duplo caminho que toca sua vida. É-se leitor/escritor. E essa barra, esse sinal crítico de divisão não pode ser entendido como um mero índice de separação. Não. É um delineador ("algo que descreve de forma concisa e direta"*). Um apontador para a existência de dois seres em (com)um.

Um escritor, do ponto de vista do conceito agambeano de "contemporâneo", a exemplo do que dissemos há pouco, precisa estar à frente de seu tempo. Ainda que esteja preso a ele, por motivos óbvios.

Escreve-se por necessidade. Escrevive-se por sua própria natureza, por uma condição que lhe é própria.

O Escritor que não é Leitor é uma ilusão.

O conceito de Autor também deve compreender um Leitor Crítico. Co-autor ciente dessa função. Não pensar por pensar, mas pensar porque nisso consiste a re-operação do texto. A leitura, convém lembrarmos, implica um processo de ler/interpretar/compreender. Ultrapassa identificar palavras escritas. Implica reconhecer que uma gramática (conjunto de leis que auto-regem o texto) interna mantém a trama do texto unida. Papo de estruturalista esse, não? Mas há uma outra gramática (essa, de que acabamos de mencionar) além daquela, escolar, dos livros didáticos. E ela conta ( = importa, significa) para uma leitura/interpretação/compreensão ulterior de todo e qualquer texto. Exemplificando: identificar a diferença entre frase, oração, período e enunciado é um mero nível (básico, se isso não soar exigente demais de nossa parte, claro) de leitura. Não obstante, parte, em virtude isso mesmo, de um primeiro passo no ato de ler. A gramática interna ao texto ("não há um fora-do-texto", diria Derrida) pesa em toda e qualquer leitura crítica.
Wellington Vinícius
Enviado por Wellington Vinícius em 18/05/2017
Código do texto: T6002729
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wellington Vinícius
Poá - São Paulo - Brasil, 40 anos
425 textos (2579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/17 18:48)
Wellington Vinícius