Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SALVAÇÃO PELO AMOR

1-
Penso que o único amor sobre o qual podemos reavivar o nosso ser, é aquele que nos transforma por inteiro como uma flor que renasce misteriosamente; é também aquele que nos faz viver a verdade pela qual faz sentido o nosso viver. Ser salvo pelo amor, reconhecendo os frutos doces que dele emanam, é a única conquista que podemos fazer na vida. É, portanto, a única maneira de nos libertarmos de todas as opressões desse mundo sangrento, caótico e agonizante. É, também, a única maneira de construirmos alicerces fortes de sabedoria em meio a uma sociedade degradante e em ruínas (...) Mas que sejamos sinceros: quem poderá trazer a paz, a felicidade e a liberdade senão o próprio SER SUPREMO no interior de todos os homens contritos e regozijantes? A revelação do ser, o anuncio das boas novas e as promessas de redenção, são respostas capazes de renovar o íntimo de um ser humano. Ao tomarmos consciência do que está oculto pelos véus da alienação e do que realmente se mostra no desenrolar dos acontecimentos mais marcantes; ao tomarmos consciência da verdade revelada por Deus, uma verdade que se descortinou para o nosso entendimento mais apurado da vida, é possível que triunfemos contra tudo o que é adverso, saltando sobre os abismos das divisões e voando bem mais alto do que os obstáculos colossais que se erguem inutilmente para nos desafiar.

2-
A cada dia que passa amo mais a Jeshua (Jesus Cristo) e sou grato por tudo o que ele fez por todos nós (...) Ora, quem poderia ser capaz de morrer numa cruz para salvar a humanidade de todos os seus pecados? Ser humano algum é capaz de tamanha humanidade, a não ser o próprio ungido (messias), o filho do Deus altíssimo!

Por outro lado, desprezo dia após dia as ideias inconcebíveis de Karl Marx e do seu materialismo histórico. Passei a entender essa ideologia ou doutrina como um mito moderno, com a sua convicção dogmática de que seria o proletariado o único agente capaz de transformação social, uma transformação capaz de salvar os homens da miséria e da desigualdade. Como se sabe, históricamente tal promessa redundou num grande fracasso.

Outrora, quando sonhava com mentiras que atrofiavam a minha compreensão da.vida, da sociedade.e do mundo, até me simpatizava com tantas teorias utópicas, como o comunismo e também o anarquismo; mas hoje, felizmente, tornei-me critico feroz e inimigo dessas ideologias de esquerda, ideologias embriagadas de ódio, de estupidez e de cobiça, sem falar de uma sede incontrolável de poder.

3-
O que uma teoria filosófica, econômica, social e política poderia fazer para mudar de vez uma sociedade injusta, a não ser se utilizando da violência para justificar seus fins mais sublimes? Para que isso seja possível, para que um sonho utópico seja levado ao extremo, é inevitável que inúmeras vidas devam ser ''sacrificadas'' e martirizadas, de tal forma que a morte de pessoas adversas ao regime sirva como combustível de sua máquina hostil.

O comunismo quiz ser uma nova ordem mundial, trazendo a desolação e a miséria pelo mundo. Ao ter hastiado a sua bandeira cor rubra por onde passou, uma bandeira cuja ideologia se impregnou de farsas e de arrogâncias, permitiu apenas que ela mesma fosse venerada e adorada como um ídolo pagão, dizimando especialmente Cristãos e Judeus com seu veneno letárgico. Tal doutrina fez não só almejou destruir do coração dos homens a devoção pelo sagrado e pelo Deus todo-poderoso, como também incorporou a prática brutal da carnificina e da morte como a sua única arma de controle social e de manutenção no poder às custas de uma multidão de pessoas servis, amedrontadas e submissas.

4-
O maior contrassenso é acreditar que uma sociedade justa poderá emergir por intermédio das guerras e dos genocícios; da exclusão e da intolerância contra os que não se adequam.Pois não existe maior engano do que acreditar que um partido político, um segmento social ou uma porção de homens arrogantes, possam deter o domínio da verdade ao fazer de seu ódio e veemência diabólica uma luta política generalizada.Além do mais, à medida que o ódio se propaga num meio social, mais ódio portanto irá se disseminar, contaminando uma massa amorfa de indivíduos degradados tanto pela mesquinhez, quanto pela covardia.

Em contrapartida, quanto mais amor for semeado pelo mundo, semeado no coração das pessoas; e quanto mais for oferecida a outra face, maior será a consciência e a liberdade das pessoas para a ação da caridade e da solidariedade, contribuindo para edificar as relações humanas a partir de nosso modo de ser com os outros.
 
Quando preferimos não agir pela violência para trazer a paz que sonhamos, quando agimos com misericórdia e benevolência, encontramos o paraíso espiritual da graça que vem habitar nosso interior, um paraíso cheio de paz e de luz no qual o espírito <daquele que é o ser que Ele É> vem amável e intimamente se achegar.

Pois, de fato, a revolução mais sublime e verdadeira não acontece de fora para o interior dos indivíduos, mas antes no interior de cada um de nós seres humanos para, em seguida, resplandecer a luz das boas ações para o mundo circundante. Pois, nesse processo, o que está em jogo, especialmente na vida espiritual, é mais a redenção e a libertação de indivíduos desamparados e com sede de justiça, do que propriamente a propagação desenfreada de nossas ambições.
Alessandro Nogueira
Enviado por Alessandro Nogueira em 07/01/2017
Reeditado em 07/01/2017
Código do texto: T5875060
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alessandro Nogueira
São Caetano do Sul - São Paulo - Brasil, 31 anos
335 textos (6308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/05/17 18:30)
Alessandro Nogueira