Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vassalagem

Faz-se noite... nada muda
A voz emudece... consinto
O amor apregoa
E acovardo-me na plenitude
Pela dor infinda que envenena
Por que tu não vens?
Oh rainha ... filha de Zeus!
Inepto meu coração vaga
Busca no esquecimento o alívio
De tormento e desejo atrevido
E preces de sussurros pedem clemência...
Dos doces lábios que a paz me tira
Oh Inércia, não me atormentai
Serena este coração enfermo
Doente de amor em tênue laço.

( Luciana Nadai)
Guinamax e Luciana Nadai
Enviado por Guinamax em 12/02/2017
Código do texto: T5910762
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Guinamax
Braúna - São Paulo - Brasil, 49 anos
14 textos (267 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/07/17 13:36)
Guinamax