Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo cura tudo...

O tempo não me curou nada, eu só me acostumei a muitas coisas. As pessoas que se diziam eternas e corajosas para enfrentar tudo por mim, não lutaram nem foram eternas como diziam. Não se importaram como iria me sentir... Eu sempre tive de encontrar uma maneira de escapar, de seguir em frente, mesmo que isso significasse se quebrar em muitos pedaços estilhaçados e muito porque pensar, a ideia de perder tudo costuma ser mais dolorosa do que a ideia de ser feliz e no final acabar totalmente decepcionado. A dor da alma, nada nem ninguém pode curar. Nunca voltei a sentir o mesmo, apenas me adaptei resilientemente as situações ao qual fui obrigado a suportar, mas não reclamo, descobri que fui forte e corajoso para enfrentar tudo o que enfrentei, e ao ter que me adaptar, percebi que recomeçar não é tão ruim, se olhar com os olhos além do horizonte, percebemos que nada na vida é horizontal, apenas altos e baixos, e os baixos são as terras férteis onde as ideias tomam forma e lugar, por isso o nada é o melhor lugar para se estar quando quiser um recomeço sadio, fazendo com que possamos subir, ir para o norte, por isso não existem pessoas que possam ser nosso norte, existem situações que podem nos levar para ele, mesmo que seja difícil encontrar uma saída, e as vezes é quase impossível, ela existe, basta acreditar nas oportunidades, não nas pessoas.
Vil Becker
Enviado por Vil Becker em 08/01/2017
Código do texto: T5875373
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vil Becker
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 41 anos
995 textos (9586 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/04/17 21:37)
Vil Becker