Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pouco a pouco

Talvez a distância é meu meio para o esquecimento, talvez me ausente para não me magoar, talvez eu seja um covarde por não dizer-te o que sinto, ou talvez sou corajoso por me afastar do teu egoísmo. Porque mesmo que eu te ame com toda a alma, mas parece que o destino insiste em cruzar os nossos caminhos, como da última vez em que você me abraçou tão forte e com ânsias loucas como nunca antes Ousou, e que os meus lábios procuraram os seus para saber se ainda o sentimento existia, mas foi mais amargo que o café sem açúcar que se bebe em um inverno todas as manhãs, é que provavelmente fiz isso porque sabia que com sua extraordinária forma de amar e o tempo... pouco a pouco, você me perdeu.
Vil Becker
Enviado por Vil Becker em 05/01/2017
Código do texto: T5873408
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vil Becker
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 41 anos
959 textos (9153 leituras)
1 e-livros (3 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/02/17 20:27)
Vil Becker