Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE COISA CHATA É FICAR SEM INTERNET


02-07-2017
Neste domingo dia 2 de julho de 2017, apesar de o rei dos astros o Sol está iluminando as terras de João Ignácio Ferreira, aliás digo Porto Ferreira, vai soprando um vento gelado, a gente bota a cara na rua e logo volta para dentro de casa. Está frio...
Acostumado a navegar pela internet onde vamos clicando nas páginas dos jornais, revistas e assim vamos sabendo das notícias boas e más, enfim vamos passando o tempo. Porém hoje não estou conseguindo navegar, que coisa chata é ficar sem internet.
Levantei bem cedo, isso lá pelas 6 horas da manhã achando que nesta hora o acesso seria bem rápido, sendo domingo e bem cedo, acreditava que era só ligar o notebook e pimba, mas que nada, são 10hs43m e nada de entrar na internet.
Em 1999 ia passando em frente de uma loja virtual, acabei entrando e fui conversar com um vendedor. Na conversa com ele, dizia que tinha um computador top de linha 32 de memória, muito bom pra navegar na internet. Respondi que não tinha interesse em comprar o tal de computador.
No dia seguinte passei de novo em frente da loja, acabei entrando na loja e a conversa se prolongou e acabei comprando o meu primeiro computador da vida, enfim não sabia lidar com esse equipamento, no caso eu também não tinha telefone fixo em casa, sendo que dias depois foi instalado o dito cujo. Agora sim, poderia resolver duas questões, a compra do computador e a instalação do telefone.
O computador HP de 32 de memória vinha com dois cds de instalação de programas, e assim fui aprendendo a lidar com a nova máquina. Perdi as contas de quantas vezes que vivia instalando, isso em razão de que dava umas panes, e com os dois cds ia repondo todos os programas. Cheguei a passar o dia inteiro, instala e desinstala, achei que ia fundir a minha cabeça e também o computador.
Descobrindo a nova ferramenta acabei vendendo a minha máquina de datilografia, tinha uma portátil por nome de Letera, que legal usando o computador o trabalho de digitar que antes era datilografar, se tornou bem mais prático, quando digita palavras com erros de ortografia o sistema acusa, e é só clicar na palavra para corrigir.
Outra curiosidade era que por exercer a profissão de tipógrafo paginador, na época usava uma grande variedade de caracteres tipográficos, e no computador tem todo tipo de letras, com as espessuras idênticas, que a gente chamava de corpo 6 até 1 furo, medidas tipográficas.
Usando a internet foi descobrindo coisas de meu interesse, tais como genealogia, histórias dos municípios, e descobrindo parentes tão distantes, que a mais de 40 anos não sabia por onde andavam, ou habitavam.
Mandar carta pelo correio se tornou obsoleto, tendo um e-mail disponível e do outro lado também, basta digitar e mandar o arquivo digitado, com fotos e cópia de xerox, que beleza resolver problemas pela internet, evitando viagens, e não precisando usar o telefone.
Hoje dia 12 de agosto de 2017 liguei o meu Notebook, liguei o roteador, digitei a senha e lá vou navegar pela web. Depois de muito meses tentando acessar a web ficava nervoso, isto em razão da dificuldade de navegar, mas hoje está uma beleza.
Tangerynus
Enviado por Tangerynus em 12/08/2017
Código do texto: T6081739
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tangerynus
Porto Ferreira - São Paulo - Brasil, 70 anos
349 textos (26557 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 10:42)
Tangerynus