Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
          Ela Não É Mais Aquela
 
Em 1991, a Talent, com  seu toque mágico, lançou uma das propagandas mais lembradas, e premiadas, dos anos ´90. Os slogans: "NÃO É UMA BRASTEMP" ou "NÃO TEM COMPARAÇÃO" viraram sinônimos de "O Mais Top", "The Best" e "EU QUEROOOO!".
As propagandas giravam em torno de  entrevistados de ambos os sexos que faziam  comentários sobre  Produto X, e logo a seguir faziam uma observação mais ou menos assim: "É bom, mas não é AQUELA BRASTEMP, né!" Ou, "Não tive outra opção e comprei, mesmo sabendo que NÃO ERA AQUELA BRASTEMP."  
Os slogans  viraram  os bordões  mais  famosos nos anos noventa, e mesmo a propaganda saindo do ar em 2003, até hoje, o povo não deixou de comparar  aquele  produto fajuto  com o seu maior sonho de consumo, "AQUELA BRASTEMP".
Só para refrescar a sua memória, uma Brastemp poderia ser uma geladeira, fogão ou máquina de lavar roupa. Tendo dinheiro suficiente, sem dúvida alguma, o consumidor levava UMA BRASTEMP com todas as letras e total garantia de qualidade.    

 
                         
Uma das inúmeras propagandas que cairam na boca do povo  com os protagonistas mais queridinhos: Arthur Kohl  e  Wandi Doratiotto  (Premeditando O Breque).
 

Pois bem, cinco anos atrás ganhei a minha primeira máquina de lavar roupas Brastemp do meu filho. UMA BRASTEMP! Quanta felicidade! Já tive outras marcas boas, mas nunca UMA BRASTEMP.
A gente pensa que tendo UMA BRASTEMP vamos ter anos a fim sem preocupações. Pelo menos era assim no tempo da minha Mãe que teve UMA BRASTEMP por mais de vinte e dois anos sem ter problema algum. Mas, infelizmente, nem todos nascem com o bumbum pra lua, e nem tudo que é bom dura para sempre.
A minha Brastemp começou a me decepcionar após um ano e meio de uso quando o plástico começou a ficar com manchinhas de mofo, mas perdoei o ocorrido pelo fato de morar em Joinville, ou Chuville como é conhecida aqui em Santa Catarina, onde tudo mofa, até as pessoas.
No terceiro ano a máquina, que tem três níveis de água, passou a funcionar com  apenas um, e para o meu azar, era o nível mais alto, justamente o nível que só usava para os edredons. A Lei de Murphy sempre interferindo na nossa má sorte, não é mesmo?
Duas semanas atrás a parte plástica da tampa onde seguramos para abrir e fechar a máquina simplesmente 'descolou'. Sim! Descolou!

                 
                    As manchinhas e a tarja onde havia cola.

Não consigo acreditar que o vidro não era encaixado por pressão, nem  parafusado, mas fixado por um adhesivo com cola e só!
Nossa! Fiquei abismada com a qualidade da montagem e a pergunta que não quer se calar agora é:
"Para onde foi parar toda AQUELA BRASTEMP!?"


Querendo matar a saudade? Assista o Washibgton Olivetto comentar sobre a propaganda da Brastemp. Enjoy!
https://www.youtube.com/watch?v=M-2Rm44nzII
Calada Eu
Enviado por Calada Eu em 12/01/2017
Código do texto: T5879515
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Calada Eu
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
359 textos (21763 leituras)
1 áudios (114 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/11/17 01:45)
Calada Eu