Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPERANÇA SERTANEJA

Falo um pouco de minha sina
Se não chove tem angustia e morte
Pra plantar no meu torrão
Tem que ter um pouco de sorte

A terra é o meu sustento
Que me dá as condições
É no meio das poeiras
Que nasce as inspirações

Cinco anos sem chover
No chão não brota nenhuma flor
Mas as poucas esperanças
O tempo ainda não matou

Promessas que se realizam
Se chove tem emoção
É a vida sofredora
De quem vive no sertão.
Prof Sebastião Dias
Enviado por Prof Sebastião Dias em 10/01/2017
Código do texto: T5877706
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Sebastião Dias). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Prof Sebastião Dias
Araripina - Pernambuco - Brasil, 31 anos
53 textos (2181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/07/17 15:43)
Prof Sebastião Dias