Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mundo dos vagões

O MUNDO DOS VAGÕES


Miguel Carqueija




(dedicado a Jorge Luís Borges)


Saindo de meu compartimento fui caminhando pelo corredor escuro, entre os cortinados, buscando apoio nas balaustradas verticais de pórfiro naquela luz penumbrenta. O som surdo das rodas do trem nos dormentes era um tanto sonífero, e até um tanto filosófico, a lembrar a constância da eternidade, do nunca-acaba...
Pelas divisões sanfonadas fui passando para os vagões seguintes, os três da frente também eram residenciais mas o quarto e o quinto eram áreas de alimentação, com maior largura. Sempre havia atendimento noturno e a minha esmagadora solidão levava-me com freqüência a buscar um desses lugares para distrair um pouco aquela sufocante angústia que me acompanhava como uma sombra.
Naquela noite ultrapassei o Gottardo’s e passei ao restaurante seguinte, o Brinco. Haveria outro mais adiante, além dos vagões administrativos e de lazer, mas não me sentia disposto a caminhar muito.
Havia apenas uma mulher, numa das mesas, olhando o cardápio. Com freqüência não se achava ninguém, àquela hora da madrugada. Era loura e magra, e eu não a conhecia. Aproximei-me de sua mesa:
- Posso lhe fazer companhia?
- À vontade. Se achar interessante...
Ela já havia digitado o pedido e um tira-gosto e um vinho, e o robô já se aproximava para atendê-la. Um pouco surpreso, eu respondi:
- Por que diz isso?
- A minha companhia não deve ser muito interessante, pois estou sozinha até hoje...
- Nunca a tinha visto antes...
- Eu mudei do meu vagão, a cem quilômetros daqui... por razões de trabalho...
- O que você disse ainda agora não é muito lisonjeiro para mim, afinal eu também estou sozinho... será que ficamos os dois sozinhos por não sermos interessantes?
Ela sorriu:
- Talvez não seja por isso. Vamos nos conhecer mais para saber ao certo. O que você vai pedir?

 
Miguel Carqueija
Enviado por Miguel Carqueija em 11/01/2017
Código do texto: T5879074
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Carqueija
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
1354 textos (59526 leituras)
37 e-livros (3552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/03/17 06:43)
Miguel Carqueija