Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A COLÔNIA DE FÉRIAS E O ÔNIBUS QUEBRADO

Os empregados e o gerente recebiam ruidosamente os veranistas naquele verão calorento. Logo em seguida ja enviava todos eles para um tal Parque dos Macacos e assim foi com Eduardo, Norberto, o Valdir, o zéca, e a Sueli e mais a senhora Elisabeth, Douglas com seu Saxofone e a sua turma ja mencionada e mais os dois gordos, Anita e Jôse. Todos mal tinham acabado de chegar e ja eram enviados para fazerem caminhada no Parque dos Macacos. O que eles não sabiam é que o ônibus estava completamente arregaçado e duas vezes quebrou na ida. Depois de curtirem o parque retornaram e o onibus quebrou novamente todos desceram e tiveram que empurrar. Mas isto foi só um único dia, depois o onibus e seu motorista foram embora. Eles também queriam ir embora, embora o rapaz estivesse fazendo um solo de sax, acompanhado por um dos gordos e mais o violão de Jôse, e aí foi que guardou o seu instrumento, os outros ja tinham arrumado a mala, Jôse guardou o vioão, calçou a sandália e todos se dirigiram ao gerente, mas ja não podiam mais sair dali eles ja se acostumaram. O gerente disse que ninguém nunca saiu da Colônia de férias de maneira nenhuma. Todos se acostumaram com este fato. Eles mesmo ja não queriam.
Marco benfont
Enviado por Marco benfont em 13/09/2017
Reeditado em 17/09/2017
Código do texto: T6113194
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco benfont
São Paulo - São Paulo - Brasil
52 textos (1862 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 17:01)
Marco benfont