Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Sonho de Pedro

    Pedro sempre corria mais que os outros. Era o mais esperto, mais malandro. Cruelmente menino. Vivia de falar frases esquisitas que inventava; “O olhar bem dado espanta até mosquito; “Olho de vesgo olha pra tudo”, “Quando olhei pra moça ela já tinha passado”. E era sempre de olhar, sempre de ver.
   E jogava bola, fugia de vizinho, sujava na lama, ralava o joelho. Podia tudo, nada parava Pedro. Nem resfriado, nem dor de garganta. A mãe sempre o prevenia:

--- Macaco que pula quer chumbo.

No que Pedro prontamente respondia

--- De tanto pular o chumbo não pega.

   Foi num dia qualquer, de sol esquisito, de esquina parada. Era um dia qualquer, de chuva parada e avenida corrida. Nesse dia que Pedro viu Ana.
   Ana era esperta, arteira. Nem sabia de Pedro e nem corria perigo. Chutava despretensiosamente uma tampinha de garrafa.

  Ele se apaixonou por Ana naquele dia. Tinha o peito quente e os olhos de estrela. Então disparou a seguinte frase que jamais esqueceria:

--- O sonho de todo garoto é ser a tampinha chutada por Ana.
Rodrigo Sanchez
Enviado por Rodrigo Sanchez em 14/09/2017
Reeditado em 14/09/2017
Código do texto: T6113507
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Sanchez
Betim - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
30 textos (363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 17:03)
Rodrigo Sanchez