Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUFOCO

Estava Júlia, seu filho adolescente e sua amiga andando pelas ruas de Belo Horizonte, capital mineira. A aurora tinha saído há pouco tempo e no exato momento que ela chegava até uma esquina, deparou com uma mulher correndo em sentido contrário, gritando corra, corra. Sem muita hesitação Júlia, o filho e a amiga juntaram-se à mulher e os quatro corriam em disparada. Até que num certo momento Júlia, fumante por natureza, resolve parar, exausta, fatigante e resolve saber o motivo da fuga. A mulher responde: eu sair correndo e pedi pra vocês correrem por que passei por um homem que estava deitado na calçada, e o mesmo veio me perguntar se eu queria meter com ele.
Júlia agora sabedora do ocorrido, parou de correr e disse para a mulher: o fato dele ter te perguntado se queria furunfar com ele, não quer dizer que ele iria sair atrás de ti igual um tarado pra te pegar. E assim Júlia voltou a andar calmamente.

Obs: Fato escrito conforme acontecido
Apreciador
Enviado por Apreciador em 20/10/2017
Reeditado em 20/10/2017
Código do texto: T6148406
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Apreciador
Timóteo - Minas Gerais - Brasil
157 textos (4729 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/17 15:20)