Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


 
                 Carta sem palavras... salvo duas



        Já há muito, muito, muito tempo, venho vindo quase sem palavras que digam... Agora, urge que eu me admita e a todos: Não as tenho, mesmo, sei lá até quando... salvo duas, neste tempo que dura há... séculos: Que o universo os proteja, amigos... E, se piedade a ele, universo, lhe sobrar, que me proteja a mim também, como disse Vinícius. Que assim nos seja, a todos e a cada um!







 
Zuleika dos Reis
Enviado por Zuleika dos Reis em 13/11/2017
Código do texto: T6170453
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Imagem da Internet). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zuleika dos Reis
São Paulo - São Paulo - Brasil
7126 textos (210101 leituras)
970 áudios (59945 audições)
3 e-livros (223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/17 23:43)
Zuleika dos Reis