Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Infinitos Sentimentos

(pedaços de vida)

Existem momentos em que nos sentimos fragilizadas diante de algumas situações. Sentimo-nos reféns de sentimentalidades que nunca tivemos a oportunidade de provar.

Sentimentos estes que nos envolve pela falta daquela que seria a peça mais importante no teatro da vida, não tivemos a dádiva em conhecer e sequer sentir a sensação de ser amada incondicionalmente.

A falta que isto nos acarreta, as perguntas que nunca terão respostas e por si só acabam se formando uma ferida incurável. O tempo passa a ser nosso aliado e nos ensina a conviver com esta ferida incurável entretanto ameniza na contagem do tempo que dispara.

Datas em que comemoramos e agradecemos a dádiva de ter nossas mães ao nosso lado e recebemos homenagens dos nossos filhos, apesar de ser uma data simbólica, sei que reverenciar e agradecer nossos pais deverá  ser uma atitude diária.

Os sentimentos se elevam em abraços ofertados e gestos de carinho, cada brilhetinho, Eu te Amo e todo o  sentimento de gratidão que recebemos nos dando a certeza de que vencemos os obstáculos de criarmos jovens saudáveis e amantes da vida.

Sabemos o quanto foi difícil o caminho, mas vem a certeza que mesmo diante de muitos erros, tivemos muitos êxitos nos acertos e passamos a vivenciar a evolução de nossos filhos, nos dando motivos para acreditar em tudo que somos capazes de realizar, afinal criar filhos nos tempos de hoje, não é uma tarefa fácil.


Diante de tanto carinho e gratidão, aprendemos conviver com o vazio no peito e o grito preso na garganta de uma vontade em que jamais será possível dizer: Mãe Eu Te Amo, obrigada por tudo, mesmo não tendo registros na memória sobre a nossa convivência,  sempre irei elevar o meu pensamento e encher o meu peito de sentimentos de amor e gratidão por ti, também sei que onde estiver, ouvirá o eco da minha alma, que grita e te mantem viva dentro de mim! 

Agradeço por tudo, principalmente por superar tamanhos obstáculos que envolveram uma vida inteira e mesmo diante da ausência da minha mãe, consegui cultivar e manter aceso todo o sentimentalismo que envolve o amor e a  paixão ao próximo e a todos aqueles que tive o prazer em conviver, sendo assim, posso gritar que sinto um amor incondicional dentro de mim!


 
Katia Teles ( Pérola do Atlântico)
Enviado por Katia Teles ( Pérola do Atlântico) em 17/05/2017
Reeditado em 18/05/2017
Código do texto: T6001897
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Katia Teles ( Pérola do Atlântico)
Santos - São Paulo - Brasil, 45 anos
99 textos (2459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/17 22:02)
Katia Teles ( Pérola do Atlântico)