Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
É A TUA VOZ, QUE EU OIÇO
Publicado por: Luís Filipe Figueiredo
Data: 19/05/2017
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
SONETO E VOZ
DE LUÍS FILIPE D. FIGUEIREDO

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

É A TUA VOZ, QUE EU OIÇO

É A TUA VOZ, QUE EU OIÇO

É a tua voz, que eu oiço.
É o teu sorriso, que vejo.
É o teu feitiço, que sinto
Sempre que olho o Tejo.

Sinto a pele arrepiar.
E, uma paixão enorme.
Pois ele faz-me lembrar.
O teu rosto quando dorme

Este rio, que é dotado.
De uma beleza sem-igual.
Só pode ser comparado.

Com a tua beleza sensual.
Que de um modo inesperado.
Fez nascer este amor real.

Luís Filipe D. Figueiredo

Todos os direitos reservados
Lei de Direitos de Autor (Lei 9610/98)

http://amorcommuitapoesia.blogspot.pt/
Luís Filipe Figueiredo
Enviado por Luís Filipe Figueiredo em 19/05/2017
Código do texto: T6003065
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Luís Filipe Figueiredo
Portugal
661 textos (25680 leituras)
137 áudios (9247 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/07/17 17:38)
Luís Filipe Figueiredo
Rádio Poética