Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
ABRAÇA-ME, E NÃO ME DIGAS NADA
Publicado por: Luís Filipe Figueiredo
Data: 18/03/2017
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
SONETO E VOZ
DE LUÍS FILIPE D. FIGUEIREDO

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

ABRAÇA-ME, E NÃO ME DIGAS NADA

 Abraça-me, abraça-me somente
E, vem sentir que és parte de mim
Não queiras ficar-me indiferente
Pois não conseguirei viver assim


Sente, o que o meu coração sente
E, como necessita do teu ardor
Nada é pior, que estares ausente
E, deixar de sentir, o teu amor


Abraça-me, e não me digas nada
Quero sentir os teus abraços
Apenas me abraça minha amada


E, deixa-me olhar os teus traços
Minha Deusa, minha namorada
Vem sentir-te em meus braços


Luís Filipe D. Figueiredo
2014-10-19
Luís Filipe Figueiredo
Enviado por Luís Filipe Figueiredo em 19/10/2014
Reeditado em 04/01/2015
Código do texto: T5004655
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Luís Filipe Figueiredo
Portugal
648 textos (21835 leituras)
114 áudios (6305 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/05/17 11:24)
Luís Filipe Figueiredo
Rádio Poética