Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Crianças, feliz dia - Judd
Publicado por: JUDD MARRIOTT MENDES
Data: 12/10/2017
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Crianças, feliz dia, Judd Marriott Mendes

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

As escolas se tornaram lugares onde as crianças sofrem com o bullying, que sempre existiu, mas era chamado de brincadeira de criança. Afinal, quem nunca estudou com o “cabeça descolada” ou com o “bom da boca”?
As armas de brinquedo que a levávamos para a escola para colocar água dentro, e fazer guerrinha de água no recreio, viraram armas de verdade que matam alunos e professores. Os malucos nas portas de escola traficando drogas, induzindo nossas crianças a erros sem saída, marginalização, descrença, vidas em vão.
Tenho certeza de que armas não são coisa de criança, assim como também não são coisa de adultos, mas por mais perdida que essa infância esteja, o que é, afinal ser criança?

Ser criança é achar que o mundo é feito de fantasias, sorrisos e brincadeiras. Ser criança é comer algodão doce e se lambuzar. Ser criança é acreditar num mundo cor-de-rosa, cheio de pipocas. Ser criança é olhar e não ver o perigo. Ser criança é sorrir e fazer sorrir. Ser criança é chorar sem saber.

O mundo mudou o Rei Leão. Sim, ele está no cinema de novo, no netflix e o melhor agora tudo em,  HD, 4K e 3D.

E nesse clima de assistir a um filme...
Não me lembro do filme nos mínimos detalhes, mesmo tendo assistido muitas vezes, mas lembro que achava muito lindo e fascinado assistia.
Lembro me todas as músicas, que cantava eu junto conforme elas tocavam.

Mas uma coisa ainda incomoda ...
A cena da morte do pai do Simba, o Mufasa... Scar, o irmão dele, arma tudo para que ele morra e ainda o joga de um precipício de propósito. ...Depois que Simba vê o pai morto... Scar se aproxima e diz que ninguém nunca mais vai perdoá-lo.... Porque o pai morreu tentando salvá-lo, ele é o culpado pela morte do pai, e por isso deve fugir para nunca mais voltar... Depois ele se vira e começa a correr para fugir.
...Scar manda as hienas atrás dele para matá-lo!!!
Tudo bem, o filme é lindo e tem outras cenas infantis e muito engraçadas, mas eu posso dizer que era considerado "filme de criança."
Um filme em que um personagem é capaz de matar o irmão com as próprias mãos e mandar matar o sobrinho só por interesse de poder.
Hmm...Como também eram divertidas brincadeiras que diziam que o CD da Xuxa, quando rodado ao contrário, fazia adorações ao diabo.
Poxa eu fui baixinho da Xuxa e ela dona de muitas das minhas punhetas e fantasias.

Crianças perdidas, Logicas de Einstein, Rosa de Hiroshima, O Direito das Crianças, grandes obras... Pura ficção....
Você já leu o estatuto de direito das crianças?

Hoje pelo país, todas querem doces, chocolates e presentes, tamanha desilusão, muitas com sonhos desfigurados, no fundo precisavam apenas ser olhadas, amadas, respeitadas. Um pedação de pão, um prato de arroz e feijão.

Parabéns por este dia e por este momento. Aproveite cada dia, cada hora, cada minuto e cada segundo com essa linda criança que em ti existe. Somos eternas crinaças perdidas no teatro da vida, do tempo.

Um feliz dia, Judd
JUDD MARRIOTT MENDES
Enviado por JUDD MARRIOTT MENDES em 12/10/2017
Reeditado em 13/10/2017
Código do texto: T6140447
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Judd Marriott Mendes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
JUDD MARRIOTT MENDES
São Paulo - São Paulo - Brasil
967 textos (19889 leituras)
271 áudios (2948 audições)
184 e-livros (4002 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 14:43)
JUDD MARRIOTT MENDES

Site do Escritor
Rádio Poética