Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mundo de olho


Quando o poder e maldade se aliam, aí a coisa pega, e pega feio!...
E coitado do povo quando seu governante possui este verbo e este adjetivo, poder e maldade se for um ditador, então o negócio fica terrível. Já adivinharam né? Sim, Homar Kadafi, (nossa! É pra arrepiar mesmo esta figura!...) manchetes no mundo inteiro presenciam o desenrolar deste triste momento na Líbia.
Será que Kadafi pensasse um pouco veria que a única saída para ele seria entregar o poder ao seu antigo amigo Moamed ad-Zwal,(dizem que é eficiente, e seria capaz de fazer um ótimo governo) e saísse ainda abarrotado de dinheiro e se refugiaria na sua cidade natal, SIRTE?
Já no Egito a população parece que está com mais sorte, a saída de Hosni Mubarak foi mais calma, para entrar Essam Sharaf, carregado com euforia pelos manifestantes. (não decepciona viu, Sharaf?...)
Pensando bem  pela lógica Kadafi prefere entregar o cargo morto do contrário pra ele seria muito humilhante, taí a característica dum autêntico  ditador!
Enquanto isso ele manda  fogo nos manifestantes, mas é por pouco tempo!
Esperamos que sim!...   8/3/2011
Terminou o ano  2016 e começa o ano 2017, o mundo continua em suspense. O círculo vicioso da vingança continua nas cabeças dos terroristas, nos atentados atingindo pessoas inocentes. Essa vingança é alicerçada na desculpa de que muitos de seus entes queridos inocentemente foram violentamente mortos por bombardeios. Cidades inteiras destruídas. Na busca dos amantes do terror, os aviões americanos e outros aliados também matam e destroem, depois as visões horripilantes de crianças, velhos, doentes despedaçados sobre os escombros. A frase seguinte: nossa! Erramos o alvo, ou era preciso porque os terroristas estavam ali.
Às vezes é difícil uma análise certa, até os especialistas divergem se esses ataques é um mal necessário. A vingança se enraíza feio. Conta-se que um um terrorista famoso que foi caçado e morto, seu filho aos 20 anos de idade prometeu vingança...
O perigo não está somente no efeito da caça  aos terroristas, o perigo é latente no que os governantes perigosos de alguns países possam fazer. Alguns deles parecem desconhecer que uma guerra nesses nossos tempos seria devastador. Todos sairiam perdendo.
Eu particularmente sentia que o Obama era o cara, seu carisma eloquente, mas creio que ele não foi feliz no seu desentendimento com os soviéticos, (aliás todo mundo erra) se eu não tiver errado, de uma certa forma até que os americanos gostaram de seu governo.
Agora dou a minha mão à palmatória porque pensava que Donald Trump perderia longe para sua oponente Hillary Clinton. E os americanos escolheram ele!... Pensei comigo:
--- Foi a vaca pro brejo. Agora o homem invocará com quem se por em seu caminho. Vai ter confusão... só que errei redondamente, tomara que sim. Vejamos as palavras do próprio futuro presidente dos Estados Unidos, Donald Trump:
"Já temos problemas suficientes no mundo para somar mais um. Quando for presidente, a Rússia irá nos respeitar muito mais do que agora, e nossos dois países talvez trabalhem juntos para resolver alguns dos grandes problemas deste mundo"

Respirei aliviado: o diabo não é tão feio como se pintam. A paz ainda é possível, ainda mais se ele tiver um jeitinho de lidar com o mandante da Coreia do Norte!...
                                                                 




José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 10/01/2017
Código do texto: T5878182
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 71 anos
340 textos (7750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/03/17 06:40)
José Lourenço Florentino